sexta-feira, 14 de setembro de 2012

RIO ACARAÚ - O GIGANTE QUE AGONIZA

 

clip_image002

 

Cruz. O Rio Acaraú nasce na Serra das Matas ou Serra das Almas, Município de Monsenhor Tabosa, a 1.145m de altitude, sendo o ponto mais elevado do Estado do Ceará, com uma extensão de 315 km cortando o Ceará de Sul a Norte. São seus principais afluentes os rios Groaíras, Jacurutu, Sabonete, Macacos e Jaibara com 13 açudes públicos em sua bacia: Acaraú Mirim (Massapê), Araras (Varjota), Arrebita e Forquilha (Forquilha), Ayres de Moura (Sobral), Bonito (Ipú), Carão (Tamboril), Carmina (Catunda), Edson Queiroz (Santa Quitéria), Farias de Souza (Nova Russa), São Vicente (Santana do Acaraú), Sobral (Sobral) e Taquara (Cariré). Juntos, estes açudes tem uma capacidade hídrica total de armazenamento de 1.443.763.000m³.

O Rio Acaraú é o maior propulsor de desenvolvimento da região e contém em sua bacia território de 27 municípios: Acaraú, Alcântara, Bela Cruz, Cariré, Catunda, Cruz, Forquilha, Graça, Groaíras, Hidrolândia, Ipu, Ipueiras, Marco, Massapê, Meruoca, Monsenhor Tabosa, Morrinhos, Mucambo, Novas Russas, Pacajus, Pires Ferreira, Reriutaba, Santana do Acaraú, Santa Quitéria, Sobral, Tamboril e Varjota.

Nos municípios de Marco, Bela Cruz e Acaraú está situado o Perímetro Irrigado do Baixo Acaraú com 8.335 hectares. O Perímetro Irrigado de Arara Norte fica situado nos municípios de Varjota e Reriutaba implantado em 1987.

Embora seja uma Bacia Hidrográfica muito importante para a economia da região, a população reclama da podridão das águas do Rio Acaraú por causa da sujeira com lixo e esgotos que são jogados no leito do rio sem nenhum tratamento causando degradação e morte.

A poluição causa alterações físicas na água, que é percebido através do cheiro, sabor e cor.

A água poluída pode conter microrganismos patogênicos com as bactérias que ocasionam infecções intestinais, epidérmicas e endêmicas, além dos riscos de febre tifoide, cólera e leptospirose.

O uso indiscriminado de agrotóxicos pelos agricultores nas plantações das margens do rio e seus afluentes são levados pelas águas das chuvas para dentro dos rios poluindo suas águas, causando morte dos peixes e de outras espécies aquáticas.

Dada a sua importância econômica para a região, principalmente, para Sobral, a metrópole do Vale do Rio Acaraú, pensado nas populações ribeirinhas, que encontram no rio sua principal fonte de vida, tanto na produção de alimentos para pessoas e animais como para o fornecimento de água para o abastecimento das cidades, dessedentar os animais e alimentar as indústrias do vale e pensando na defesa da vida e do bem estar social, a Igreja Católica promoverá dia 15 de novembro, na cidade de Cruz a V Marcha do Vale do Acaraú.

As paroquias de Santana ao Acaraú, Morrinhos, Marco, Bela Cruz, Cruz, Jijoca de Jericoacoara, Acaraú, Aranaú e as Áreas Pastorais de Caiçara e Celsolandia, estarão unidas participando deste grande ato em defesa do Vale do Acaraú.

Todas as pessoas e instituições comprometidas com o meio ambiente e com a vida deverão se fazer presente. É a V Marcha do Vale do Acaraú. Você é nosso convidado. Participe com faixas e cartazes. A concentração será na Praça dos Três podres, enfrente à Prefeitura Municipal de Cruz.

Os desmatamentos, o uso indiscriminado de agrotóxicos, a instalação de usinas de energia eólica, os perímetros irrigados, as indústrias de transformação, as construções de açudes são resultados do desenvolvimento e necessários para a manutenção da vida, mas quando feitos de forma incorreta causam efeitos nefasticos ao meio ambiente e à sociedade. Vamos salvar o Rio Acaraú antes que seja tarde.

 
 

Dr. Lima

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário