sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Modo petista de governar torna-se referência mundial para a Unctad

 

A política de inflexão econômica iniciada por Lula em 2003 e mantida pela presidenta Dilma acaba de receber um dos maiores reconhecimentos da história econômica mundial. Na quarta-feira (12), Alfredo Saad Filho, economista da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad), afirmou que o Brasil é hoje uma referência mundial para políticas de desenvolvimento econômico.

Saad fez essa declaração durante o lançamento do Relatório de Comércio e Desenvolvimento 2012, que mapeou as tendências econômicas e os problemas financeiros atuais de praticamente todas as nações do planeta.

A boa performance das nações emergentes no período de 2006 a 2012 sustentou a demanda doméstica e embora um país sozinho não pudesse assegurar a evolução econômica global, 74% do crescimento foi gerado pelos países em desenvolvimento, daí a Unctad observar que a solução apropriada para os países desenvolvidos é seguir esse modelo se realmente querem sair da crise.

Receita Brasileira - A entidade ligada ao Sistema ONU – Organização das Nações Unidas - recomenda que a receita adotada pelo Brasil de sustentar a demanda interna é um antídoto à política de contenção do consumo verificado em países da zona do Euro. Saad destacou que a Zona do Euro tem o pior rendimento dentre os países desenvolvidos, e as recessões europeia e norte-americana estão fundamentadas na deterioração da renda.

“Nos últimos dez anos ou um pouco mais que isso, o Brasil tem servido de referência para políticas sociais, e, mais que isso, para políticas macroeconômicas. Não só as fontes de crescimento, mas as fontes de inspiração de política econômica têm se diversificado também”, declarou Saad.

www.ptnacamara.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário