quarta-feira, 25 de março de 2020

Bolsonaro usa coronavírus para fazer ameaça explícita à democracia


Jair Bolsonaro declarou em entrevista que o Brasil “pode sair da normalidade democrática” e que “ninguém sabe o que pode acontecer”

25 de março de 2020, 10:51 h Atualizado em 25 de março de 2020, 11:52 (Foto: Isac Nobrega - PR)

 

247 - Horas após o pronunciamento de Jair Bolsonaro sobre a pandemia de coronavírus, o chefe do Executivo ameaçou as instituições democráticas do país nesta quarta-feira (25), segundo informação do jornal O Globo.

Em entrevista na porta do Palácio do Alvorada, Bolsonaro voltou a atacar os governadores de estado, afirmou que “ninguém sabe o que pode acontecer no Brasil", e declarou que o país “pode sair da normalidade democrática”.

O chefe do Executivo disse na última sexta (20) que seria "relativamente fácil" decretar estado de sítio no Brasil, e concentrar os poderes.

O colunista responsável pelo texto, do jornal O Globo, Bernardo Mello Franco, alertou: “As declarações indicam que Bolsonaro vê na crise do coronavírus uma oportunidade para radicalizar em sua estratégia de confronto com as instituições”.

Fonte: https://www.brasil247.com/poder/bolsonaro-usa-coronavirus-para-fazer-ameaca-explicita-a-democracia

Nenhum comentário:

Postar um comentário