quarta-feira, 11 de março de 2020

Avaliação negativa aumenta e 40% já são a favor do impeachment de Bolsonaro


A avaliação negativa de Jair Bolsonaro aumentou de 32%, em dezembro de 2019, para 35% atualmente, de acordo com pesquisa realizada pela Quaest Consultoria. Entre dos entrevistados, 39% são a favor do impeachment do ocupante do Planalto. De acordo com a pesquisa, 50% diz não apoiar o fechamento do Congresso Nacional

11 de março de 2020, 09:22 h Atualizado em 11 de março de 2020, 09:56

Pesquisa também apontou que os atos convocados por Jair Bolsonaro para o dia 15 não têm apoio popular Pesquisa também apontou que os atos convocados por Jair Bolsonaro para o dia 15 não têm apoio popular (Foto: Carolina Antunes/PR)

247 - A avaliação negativa de Jair Bolsonaro aumentou de 32%, em dezembro de 2019, para 35% atualmente, de acordo com pesquisa realizada pela Quaest Consultoria entre os dias 2 e 5 de março com 1 mil eleitores. O percentual dos que avaliam o governo como regular oscilou dois pontos negativos e chega 34%, enquanto aqueles que vêm de forma positiva a administração foram de 29% para 30% no mesmo período.

Entre dos entrevistados, 39% são a favor do impeachment de Jair Bolsonaro,  49% são contrários e 12% não responderam.

De acordo com a pesquisa, 50% diz não apoiar o fechamento do Congresso Nacional, 33% apoiam e 17% não responderam ou não quiseram falar sobre o assunto. Bolsonaro convocou atos para o próximo dia 15 contra o Legislativo e contra o Supremo Tribunal Federal.

O estudo apontou que a maior parcela que avalia como positiva a gestão de Bolsonaro se concentra entre homens (32%), de 60 e 75 anos (35%) na região Centro-Oeste (41%) e evangélicos (47%).

Fonte: https://www.brasil247.com/poder/avaliacao-negativa-aumenta-e-40-ja-sao-a-favor-do-impeachment-de-bolsonaro

Nenhum comentário:

Postar um comentário