terça-feira, 25 de janeiro de 2011

A VIOLÊNCIA PROVOCADA PELO TRÁFICO DE DROGAS NA REGIÃO DO BAIXO ACARAÚ.

Cruz/CE. Sábado, 22, na Praia do Preá, distante 36 km da sede do município de Cruz, por volta das 16:30, sete indivíduos fortemente armados, inclusive uma mulher, invadiram a residência do Sr. conhecido por Lino Abel para assassiná-lo, mas não o encontraram em casa. Apenas uma velhinha, a mãe de Lino, encontrava-se na residência. Os bandidos dispararam três tiros no cachorro que investiu contra os elementos, o qual teve uma mão quebrada pelas balas. Os disparos chamou a atenção da população que chamou a polícia. Os elementos usavam duas caminhonetas de uma locadora do Rio Grande do Norte, segundo conseguiu apurar nossa reportagem. Após a tentativa frustrada, pois no momento, Lino encontrava-se pescado no mar, os elementos saíram em alta velocidade com destino à cidade de Cruz. Imediatamente, a polícia foi acionada e várias viaturas entraram em diligência a procura dos elementos que foram capturados no município de Marco, há 50 km da Praia do Preá. Lino é conhecido na região pelo seu envolvimento com o tráfico de drogas. Hoje, segunda-feira, por volta do meio dia, toda a família deixou a residência em Preá seguindo para lugar ignorado. Vários crimes bárbaros envolvendo pessoas do tráfico de drogas, já foram registrados na região, totalizando seis assassinatos nos últimos dias. Vários outros traficantes conseguiram escapar de emboscadas dos inimigos ou de cerco policial. Também, várias prisões tem sido realizadas nos últimos dias. Fatos desta natureza tem deixado a população em estado de desespero com tanta violência oriunda do tráfico de drogas que vem acontecendo na região, pois até bem pouco tempo a comunidade aparentava muita tranqüilidade. A venda de drogas tem viciado muitos jovens que passam a praticar pequenos furtos para a manutenção do consumo de drogas. Muitos já deixaram o uso da maconha para consumir drogas pesadas. Tornam-se violentos, inclusive, agredindo os próprios membros da família, já tendo sido registrado até casos de assassinatos de membros da própria família.
Dr. Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário