sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O SAMU pode parar

 


Os servidores do Samu podem decretar, nesta sexta-feira (28), uma paralisação por tempo indeterminado. Os funcionários reivindicam o pagamento do atraso de três meses dos adicionais de produtividade e plantões extras.
Amanhã (28), vai acontecer uma assembléia geral, na sede do Samu, às 8h30min, para decidir sobre a paralisação. A convocação está sendo feita pelo Sindifort, para reunir motoristas-socorristas, auxiliares e técnicos de enfermagem, entre outros. A sede do Samu fica na Rua Padre Guerra, 1350, na Parquelândia.
Além do pagamento dos meses atrasados, os servidores também cobram melhores condições de trabalho, cumprimento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários com implantação da Gratificação Especial de Desempenho (GED) Variável.
Segundo o Sindifort, a direção do órgão já foi informada sobre os problemas, e, caso os pagamentos não sejam efetuados até amanhã (28), os servidores encaminham a paralisação.
Com informações da assessoria do Sindifort
--

Por: Elenilton Roratto

Nenhum comentário:

Postar um comentário