terça-feira, 11 de janeiro de 2011

China compra 10 aviões da Embraer

Da Folha de S. Paulo: A Embraer fechou contrato para a venda de dez jatos modelo Embraer 190 para a empresa chinesa de financiamento e aluguel de aeronaves CLC (CDB Leasing Co.).
Os jatos serão operados pela China Southern, maior companhia aérea da China e terceira maior do mundo. A primeira entrega está programada para o segundo semestre de 2011.
É a primeira venda da Embraer para a China desde julho de 2008, quando a Henan Airlines (ex-Kunpeng), adquiriu cinco modelos 190. Um desses jatos caiu no norte da China em agosto de 2010, no primeiro acidente com morte envolvendo um 190.
É também a primeira operação da Embraer com a CLC, instituição controlada pelo Banco de Desenvolvimento da China.
A China Southern já era cliente da Embraer desde 2004. A companhia opera seis jatos regionais modelo ERJ-145 (de até 50 assentos).
Com o novo pedido, sobem para 29 as encomendas firmes do Embraer 190 a serem entregues na China nos próximos anos.
Os 190 serão fabricados no Brasil. A fábrica da Embraer na China, onde são fabricadas aeronaves ERJ-145, segue com seu futuro incerto.
A última encomenda da fábrica chinesa deve sair da linha de produção até abril. A Embraer tenta negociar com o governo chinês, seu sócio por meio da Avic, uma licença para fabricar o 190 no país.
Porém, se o governo chinês não der o seu aval, sem novos pedidos a fábrica será desativada. “As negociações com o governo chinês continuam”, diz Carlos Eduardo Camargo, diretor de comunicação externa da Embraer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário