sábado, 5 de abril de 2008

Tucano contra senadora Patrícia Saboya

"Nem todo tucano é a favor de apoio ao nome da senadora Patrícia Saboya, pré-candidata do PDT á prefeitura de Fortaleza, caso o PSDB não apresente um postulante. O deputado estadual Cirilo Pimenta integra essa ala e explica que respaldar Patrícia é concentrar poder no Estado na base aliada do presidente Lula. Ele lembra que o governo é do PSB e que a senadora é aliada de Lula. "Nós não podemos concentrar. Seria muito poder para os Ferreira Gomes", diz Cirilo. Ele defende como primeira opção de apoio o pré-candidato do DEM, Moroni Torgan, e admite até que endossar Lúcio Alcântara, pré-candidato do PR, não seria nada mal. "Precisamos dividir o poder no Ceará", insiste o tucano. Sobre Lúcio, lembrado de que houve affair entre ele e Tasso Jereissati no passado, reagiu: 'Ora, o Tasso quer saber é se derrota a loira!'" (Coluna Vertical  do O Povo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário