domingo, 6 de abril de 2008

Entrevista: Pedro Josino, Secretário da Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Município de Sobral

pedrojosino

"1) Há neste ano uma expectativa ampliada para chegada de novos negócios em Sobral. O que está previsto em termos de captações de empreendimentos que gerem emprego e renda para população?

Em 2008, até o meio do ano, várias empresas serão inauguradas em Sobral, gerando empregos diretos, a exemplo da Atonal, de São Paulo, que funcionará a partir de março no Distrito Industrial. A empresa Atonal é responsável pela produção e fornecimento de matéria-prima para Grendene, que são pigmentos, tintas para calçados. Haverá também em breve a chegada de uma empresa que instalará um posto de distribuição de gás no Junco e ainda um posto de combustíveis na BR 222, incluindo o gás veicular e o gás residencial. Outra aquisição é o Atacadão SóFrios, que chegará ainda neste ano, para garantir o fornecimento de frios para toda a região norte do Estado. A Grafite Móveis e Papelaria, empresa do Piauí, já inicia seu funcionamento em frente à Caixa Econômica Federal. As lojas Maia estão no processo de reforma do prédio, que funcionará vizinha à Loja Insinuante. Cito ainda o comércio de motos, cada vez mais crescente. Estão chegando à cidade a Suzuki que já alugou um ponto na avenida Stanislau Frota, e a Motos Kasinski, que vai ficar situada onde era antes a Sorauto. Um grande negócio na venda a atacado e a varejo em todo o Brasil vem para Sobral, ocupando uma área de 30 mil metros, beneficiando com geração de empregos diretos e indiretos. Será um atacadão, uma empresa comprada pelo Grupo Carrefour.

2) Como está hoje a situação das empresas já instaladas no município?

Graças a um trabalho contínuo e permanente, Sobral galgou uma posição melhor no ranking dos 200 municípios brasileiros que mais geraram empregos formais, ou seja, empregos com carteira assinada no ano de 2007. Segundo dados do Ministério do Trabalho, Sobral ficou na 101ª posição ano passado. No Ceará, apenas três municípios ficaram entre esses 200 municípios, que foram Sobral, Fortaleza e Maracanaú. Houve aí uma ascensão, porque Sobral estava no ano de 2006 na posição 169ª. Outra conquista notória é a situação de Sobral na Balança Comercial, que tem registrado bom desempenho. Fortaleza exportou 23,6 milhões, enquanto Sobral exportou 20,5 milhões. Nós saímos de 9,6 milhões de janeiro de 2007 para 20,5 milhões em janeiro de 2008. Sobral cresceu muito exportando couro, calçados, artesanato. Tudo revela o crescimento econômico. A Grendene contratou cerca de 3.600 pessoas e terminou o ano de 2007 com mais de 17 mil funcionários. Isso representa mais emprego, mais vendas no comércio local, uma alavancada na nossa economia. Essa alavancada garantiu também o prêmio Contribuinte Ceará, que será entregue em Sobral no dia 28 próximo pelo Governador do Ceará, Cid Gomes, para empresas de Sobral e Serra da Ibiapaba. Nesse contexto, a Secretaria garantiu também nesse período forte apoio à contratação de pessoal pelas empresas, através de nossa logística, cadastro de profissionais qualificados, rede de contatos, apoio a incentivo financeiro. Em termos de capacitação empresarial, 3.500 pessoas foram capacitadas pelo projeto Beleza Rende; no Artesanato foram 3.000 pessoas, além dos nossos projetos Geração Jr, Empreendedores Itinerantes e as Feiras de Bairros e Distritos.

3) Essa alavancada garantiu quantos empregos?

Sobral teve um saldo positivo de 2.637 empregos em 2007, segundo os mais recentes dados do SINE/IDT. O Município movimenta hoje negócios feitos por mais de quatro mil empresas formais. Nossa meta é trabalhar cada vez mais para surgimento de novos negócios e a sustentabilidade deles. Nosso papel é incentivar essas ações, colaboramos através de nosso cadastro, encaminhamos a melhor e mais adequada linha de crédito, pelo Sistema de Microcrédito, através do nosso Balcão de Oportunidades. Fazemos toda a ponte de relações e soluções, agilizando e desburocratizando as ações. Vale destacar que nossa demanda maior tem sido a capacitação, um caminho primeiro para o início de negócios que tenham sucesso, êxito. Entretanto, não basta fazermos, temos que monitorar todas nossas ações e estamos fazendo isso cada vez mais com mais precisão também, através de pesquisas em vários segmentos."

Fonte: Expresso do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário