terça-feira, 8 de abril de 2008

Sobral e Tauá estão disputando a segunda maior usina geradora de energia solar do mundo que custará US$ 256 milhões

"A segunda maior usina geradora de energia solar do mundo - que começará a ser instalada no Ceará ainda este ano - está colocando em campos opostos dois personagens importantes da política do Estado. De um lado está o presidente da Assembléia Legislativa, Domingos Filho (PMDB), e, de outro, o irmão e chefe de gabinete do governador Cid Gomes (PSB), Ivo Gomes. O peemedebista representa os interesses do município de Tauá, que disputa a instalação da usina com a cidade de Sobral, representada pelo socialista. Ao que tudo indica, Domingos Filho ganhará a queda de braço.

O discurso oficial do governo do Estado do Ceará é que a decisão sobre a localização da instalação da usina - que foi confirmada no final do mês passado e envolve cifras de US$ 256 milhões em capital basicamente estrangeiro - tem se dado unicamente por razões técnicas. Entretanto, O POVO apurou que, nos bastidores, o fator "terra natal", permeou algumas reuniões e deixou ressabiados os lados envolvidos.

Segundo fontes ouvidas pela reportagem, Ivo Gomes seria o grande representante dos interesses de Sobral na disputa pelo empreendimento e tentaria convencer Cid, que já foi prefeito duas vezes do Município, a levar a usina para lá. Já Domingos Filho, que já foi prefeito de Tauá - e cuja esposa, Patrícia Aguiar, é a atual governante - defende os interesses da sua terra."

Fonte: Jornal O Povo. Para ler mais, clique aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário