quinta-feira, 1 de junho de 2017

Pesquisa aponta que 90,6% dos brasileiros querem diretas já


A rejeição ao governo do ilegítimo de Michel Temer sempre foi alta desde que assumiu. aumentou com as reformas que retiram direitos e, agora, após as revelações trazidas pela conversas gravadas pelo empresário da JBS, se consolidam. É o que demonstra levantamento feito pelo Paraná Pesquisas e divulgado pelo Estadão, que indica que os brasileiros querem eleições diretas.
Segundo o levantamento, 90,6% dos brasileiros acreditam que a escolha de um novo presidente deve ser feita por eleições diretas. Apenas 7% acredita que a escolha deve ser por meio de eleição indireta, ou seja, pelo Congresso Nacional. E 2,3% não opinaram.
Sobre a impopularidade de Temer, os números confirmam a rejeição a Temer. Ele é rejeitado por 74,8% dos brasileiros que consideram sua administração ruim ou péssima; e aprovado por apenas 6,4%.
Ainda de acordo com a pesquisa, 73,5% dos entrevistados disseram que não dariam um voto de confiança a Temer nem se sua permanência no poder fosse a garantia de melhorias na economia. Quando questionados genericamente, 84% dos entrevistados dizem que desaprovam o governo.
Essa percepção dos entrevistados certamente é resultado do comportamento traiçoeiro de Temer, que tramou o golpe contra a presidenta Dilma Rousseff, sendo vice-presidente e se aliando com a oposição.
O levantamento foi realizado pelo Paraná Pesquisas com 2.022 entrevistados em todo o país, de 25 a 29 de maio.
https://ptnacamara.org.br/portal/2017/05/31/pesquisa-aponta-que-906-dos-brasileiros-querem-diretas-ja/

Nenhum comentário:

Postar um comentário