quarta-feira, 28 de junho de 2017

Corruptos se sentem muito bem juntos

Investigada pela PF, deputada que votou pelo impeachment vai a pronunciamento de Temer

Beto Barrata/PR

Minas 247 - A deputada federal Raquel Muniz (PSD-MG), que elogiou o marido e ex-prefeito de Montes Claros Ruy Muniz durante a votação do impeachment de Dilma Rousseff e que foi preso pela Polícia Federal no dia seguinte, apareceu ao lado de Michel Temer durante o pronunciamento feito pelo peemedebista para se defender da denúncia de corrupção passiva feita Pela Procuradoria Geral da República, nesta terça-feira (27).

Raquel e o marido são investigados por sonegação fiscal, falsidade ideológica, estelionato e lavagem de dinheiro, além da suspeita de desvios de recursos dos cofres públicos e de entidades sociais sem fins lucrativos.

Além de Raquel Muniz a única outra mulher presente ao pronunciamento feito no Palácio do Planalto foi a deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA). No voto pelo impeachment, Raquel disse o seu voto pelo afastamento de Dilma "era para mostrar que o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso com a sua gestão". No dia seguinte, Ruy foi preso preventivamente pela Polícia Federal. O casal nega as acusações.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/minas247/303554/Investigada-pela-PF-deputada-que-votou-pelo-impeachment-vai-a-pronunciamento-de-Temer.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário