quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Clima entre Guarany e Prefeitura está tenso. Muito tenso!

 

Em entrevista concedida na manhã desta terça-feira (22) ao radialista Izaias Nicolau, na Rádio Paraíso FM, o prefeito de Sobral, Veveu Arruda, cogitou a possibilidade de condicionar o apoio da Prefeitura ao Guarany a apresentação, por parte da diretoria do rubro negro sobralense, de um amplo planejamento voltado não só para o Campeonato em curso, mas para o decorrer de todo a temporada, a formação de novos atletas e a bons resultados nos campeonatos que disputar.

Veveu alegou desproporção entre os resultados obtidos e o alto investimento feito no ano passado, quando o município destinou cerca de R$ 800 mil para as disputas do Campeonato Cearense e o Campeonato Brasileiro da Série C, e o time decepcionou. No Cearense, não foi bem, ficando nas últimas posições. Já no Brasileiro foi um desastre, caindo para a Série D.

DETALHES

- Encontrei com o presidente do Conselho Deliberativo do Guarany, Luís Melo Torquato, hoje pelo manhã no Becco do Cotovelo. Luís disse que sempre prestou contas de todas as despesas feitas com o dinheiro público, e desafiou quem possa mostrar algo que ele tenha comprado nos últimos anos com o dinheiro do clube. Ao lado de sua esposa, D. Siné, Luís disse-nos que nos últimos anos fez foi se desfazer do patrimônio que construiu na vida. ‘Hoje não tenho 30% do que conquistei na vida. Foi tudo para o Guarany’, desabafou.

- Alegou como insana a proposta do prefeito de querer condicionar o apoio da Prefeitura à resultados. ‘Como é que eu posso prometer que vou ganhar alguma coisa em campo. Só se eu combinar com os adversários’, disse em tom de ironia.

- Através da rede social Facebook, o mordomo do Guarany, Alexandre Frota, informou que o presidente do clube, Luizinho Torquato disse em alto e bom tom para quisesse ouvir: ‘Quem quiser assumir o Guarany é só me procurar. Se nós sempre somos o problema, está resolvido. É só alguém querer, e nós, o problema, sairemos. Estou esperando alguém para assumir’

Nenhum comentário:

Postar um comentário