quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Prefeituras devem acabar com lixões até 2014, orienta presidente do Conpam

 

As orientações dadas pelo presidente Paulo Henrique Lustosa fazem parte da Agenda Ambiental na Administração Pública.

Por: Débora Morais

As prefeituras devem fechar seus lixões até 2014 e investirem na instalação de aterros sanitários para a entrada de resíduos sólidos que não possuem utilidade pública. Antes disso, em 2012, o Plano Municipal de Resíduos Sólidos precisa ser aprovado. As orientações dadas pelo Conselho de Polícias e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), nesta terça-feira (30), fazem parte da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P).

Na reunião, o presidente Paulo Henrique Lustosa ressaltou que “cada prefeitura tem que procurar escolher a solução que beneficie o maior número de pessoas em seu município” e que a A3P não pode ser vista de uma forma isolada, já que conta com a política de resíduos sólidos. Agora, segundo ele, o lixo virou negócio.

O secretário do Meio Ambiente de Barreira, Iran Pereira, defende critérios de seleção do Selo Verde, um item relacionado à implantação da A3P pelo município. Já o secretário de Maranguape, Sílvio Nunes, citou como exemplo o seu município ter implantado o Ecoelce na região de Penedo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário