domingo, 23 de julho de 2017

Avanço nos governos do PT está sendo perdido


Por Luís Felipe Miguel, em seu Face book

É fácil entender porque tanta gente tem com a política uma relação parecida com a de torcedores e seus clubes de futebol. No nosso sistema político a separação entre governantes e governados é quase tão grande quanto aquela que existe entre os atletas no gramado e o público nas arquibancadas. Para a maioria, o papel esperado é praticamente só torcer.

Isso ajuda a explicar certo discurso, que se vê com frequência, de defesa da justeza da estratégia lulista: sem as concessões e a política ampla de alianças, o PT não teria ganhado. Logo, a estratégia foi correta.

Podemos discutir o que se perdeu nessas vitórias, mas nem é esse meu ponto. O problema é que esse discurso deixou de ser aceitável na discussão depois de maio de 2016. A estratégia lulista culminou numa derrota devastadora, que está levando ao pior retrocesso em décadas para o povo brasileiro. A desmobilização da classe trabalhadora, que fazia parte do arranjo, está cobrando alto seu preço.

É à luz dessa realidade que seus méritos e seus defeitos precisam ser avaliados. Isso não significa necessariamente cair em nenhuma espiral de acusações contra o PT, de julgar que ocorreu "traição" ou mesmo de afirmar que seria possível definir a priori que esse caminho daria errado. Eu mesmo não me alinho com nenhuma dessas visões. Mas é fundamental levar em conta que deu errado - que a estratégia adotada não permitiu assegurar mudanças a longo prazo.

Se a política fosse mesmo igual ao futebol, não teria problema. O PT teria conquistado quatro campeonatos e os exibiria com orgulho na sala de troféus, enquanto tentava rearranjar a equipe. Mas não é assim. O que se avançou nos governos do PT está sendo perdido e estamos recuando muito mais ainda. O que está em jogo não é "ganhar", mas construir um Brasil menos injusto. Sem legado de progresso social, de que valem as vitórias do passado?

Por isso é essencial que o PT, que permanece sendo o mais importante partido da esquerda brasileira, e Lula, que é a maior liderança popular de nossa história, sejam levados a refletir criticamente sobre o passado recente.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/307797/Luis-Miguel-avan%C3%A7o-nos-governos-do-PT-est%C3%A1-sendo-perdido.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário