domingo, 8 de novembro de 2015

Falou pouco e disse tudo

"Doações são feitas para que se obtenha vantagens"

: <p>ricardo pessoa</p>

8 de Novembro de 2015 às 14:56

247 - “As doações políticas são feitas para que se obtenha uma vantagem, seja ele devida ou indevida, seja para que partido for”. A declaração foi concedida, em delação premiada, pelo dono da UTC Engenharia, Ricardo Pessoa. Dessa forma, os investigadores da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, receberam a confissão de um empreiteiro sobre a existência de doações a partidos e candidatos em troca de benefícios nos governos.

De acordo com Pessoa, a UTC doou o total de R$ 54 milhões em repasses oficiais a candidatos e partidos nas eleições de 2014. “Esse valor doado em 2014 foi atípico, ‘o maior de todos’, visto que a UTC costumava fazer doações políticas na ordem de R$ 20 milhões”, afirmou.

Um dos coordenadores do cartel de empreiteiras acusado na Lava Jato, Pessoa disse que o “incremento no valor deveu-se a uma estratégia da UTC em ampliar a sua área de relacionamento, visando o aumento de volume de negócios da empresa”.

Ao fazer doações para candidatos a deputado e senador, o empreiteiro afirmou que “o interesse da UTC é acompanhar e influenciar a agenda legislativa”. “As doações políticas propiciam maior acesso aos tomadores de decisões, facilitando acesso mais rápido aos seus objetivos e interesses de uma maneira mais eficaz e célere”, acrescentou.

O empreiteiro citou doações que fez ao candidato Paulo da Força (PDT-SP), de olho na atuação sindical deste nas obras da Usina Hidrelétrica São Manoel.

“Nunca foi pedido nada em troca, mas as doações abriram portas de acesso e colocavam a UTC em uma composição de destaque”, complementou ele. Segundo Pessoa, “os candidatos em geral sabiam que em futuras eleições o apoio do declarante seria importante e isto fazia com que ele tivesse uma forma de ‘poder'”

Do Site Brasil 24

Nenhum comentário:

Postar um comentário