sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Depois de pedido de FHC, Gilmar dá liminar a Arruda

 

Atualizado em 27/08/2014 - 11:08

Jornal GGN - A tentativa de José Roberto Arruda atrair o voto favorável à sua elegibilidade do ministro do Supremo Tribunal Federal e membro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, deu certo.

Logo após a divulgação dos vídeos em que Arruda aparece afirmando que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso estava “trabalhando” para conquistar o apoio do ministro, Gilmar Mendes votou pelo registro de Arruda a candidato ao governo do Distrito Federal.

Os argumentos usados por Gilmar foram que as condições de elegibilidade e causas de inelegibilidade devem ser aferidas no momento do pedido de registro de candidatura, não podendo ficar o registro a mercê de eventuais causas de inelegibilidade surgidas depois.

Ainda, durante a sua explanação no plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro disse que a política em Brasília era “rastaquera” e que o Distrito Federal “já deveria ter passado por processo de intervenção”.

Possivelmente irritado com a divulgação do vídeo, afirmou que o “Distrito Federal não tem sequer dignidade para ter autonomia política”.

Leia mais: FHC admite conversa com Gilmar a pedido de Arruda

Com informações do Correio Braziliense.

http://jornalggn.com.br/noticia/depois-de-pedido-de-fhc-gilmar-da-liminar-a-arruda

Nenhum comentário:

Postar um comentário