sexta-feira, 19 de julho de 2013

José Airton consegue recursos para as reformas e construção dos Abatedouros Públicos de Aracati, Quixelô e Chorozinho

 

19 de julho de 2013

20130717_153632

O deputado federal José Airton esteve com o Ministro do Desenvolvimento Agrário Pepe Vargas solicitando recursos para as reformas e construção dos Abatedouros Públicos de Aracati, Quixelô e Chorozinho. O ministro se comprometeu que em Agosto, logo depois do recesso do Congresso, analisar os pedidos de acordo com os projetos.

Regularização do Abatedouro de Aracati e demais municípios como Quixelô e Chorozinho, é uma preocupação do deputado que também já esteve na ADAGRI (18 de junho) em reunião pedindo a regularização de abatedouro de Aracati. A Gerente de Emergência da Agência de Defesa Agropecuária (ADAGRI) Adrianne Paixão, esteve na sede do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) em Fortaleza, juntamente com o deputado José Airton, como o objetivo delinear estratégias necessárias para a viabilização da continuidade deste projeto de construção do abatedouro municipal de Aracati.

Estavam presentes o Deputado Federal José Airton, o Superintendente da SEMACE, o Superintendente do IBAMA no Ceará, o prefeito de Aracati Ivan Silvério, representante da SDA e representantes dos magarefes.

Nesse caso de Aracati, a participação do Deputado José Airton foi assegurar ao município a inclusão de emenda parlamentar e apoio ao Ministério do Desenvolvimento à conclusão da obra e à aquisição dos equipamentos necessários ao funcionamento do abatedouro. De acordo com a Gerencia da ADAGRI, as obras do abatedouro foram iniciadas em 2010 e desde 2011 estão paralisadas devido a inconsistências referentes ao Termo de Ajuste firmado e à infraestrutura apresentada no projeto, tendo sido bloqueado o repasse de recursos até que as inconformidades sejam corrigidas.

--

Claudia Emília Andrade Vidal - Jornalista: DRT 6203/PR

Assessoria de Imprensa

Deputado federal José Airton Cirilo (PT/CE).

Nenhum comentário:

Postar um comentário