quarta-feira, 17 de julho de 2013

Câmara instala Grupo de Trabalho para a Reforma Política

 

Foi instalado nesta quarta-feira (16) o Grupo de Trabalho (GT) que vai apresentar ao plenário da Casa uma proposta de Reforma Política para o País. O GT, que terá 90 dias para elaborar a reforma, terá como coordenador o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP). O deputado Ricardo Berzoini (PT-SP) vai representar o partido no colegiado na vaga inicialmente reservada ao deputado Henrique Fontana (PT-RS), que desistiu da indicação.
Em coletiva à imprensa, o líder do PT, deputado José Guimarães (CE), disse que a prioridade do partido continua sendo a viabilização do plebiscito sugerido pela presidenta Dilma Rousseff para a reforma. “A bancada do PT fez um grande debate, e reafirmou a centralidade política no recolhimento das assinaturas para viabilizar o Decreto Legislativo do plebiscito. Já tivemos reuniões com entidades como a OAB, MCCE, Inesc, e hoje conversamos com a CNBB e também com alguns partidos políticos”, informou.
O líder destacou que a expectativa é de que até o dia 10 de agosto o PT consiga as 171 assinaturas necessárias para a apresentação do projeto de Decreto Legislativo (PDC) ao presidente da Câmara, para viabilizar o plebiscito. Durante a coletiva, o líder também elogiou o indicado pelo partido para o GT. “O deputado Berzoini tem perfil, é apaixonado pelo tema, é ex-presidente do PT, e reúne as boas condições, tanto quanto o deputado Fontana, para representar o partido no colegiado”, destacou.
Sobre a indicação do nome do deputado Vaccarezza para coordenar os trabalhos do colegiado, feita pelo presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Guimarães ressaltou que a escolha não representou afronta ao partido. “O Vaccarezza é fundador do PT, e o fato do presidente Henrique Eduardo Alves tê-lo indicado não contrariou nenhuma posição do PT”, explicou.
GT- O coordenador do GT da reforma política, deputado Vaccarezza, convocou para esta quarta-feira (17), às 14 h, a primeira reunião de trabalho do colegiado. Nesse encontro será debatido o roteiro de trabalho do grupo. O coordenador adiantou ainda que será criado o Portal da Reforma Política no site da Câmara para recolher sugestões vindas de todo o País.
“Também iremos realizar algumas audiências publicas, para ouvir propostas das centrais sindicais, segmentos organizados de empresários, religiosos, e os movimentos sociais organizados”, adiantou. Segundo Vacarezza, entre os assuntos prioritários do GT devem constar os modelos de financiamento das campanhas políticas, do sistema eleitoral, e os mecanismos de participação popular na vida política do País.

Fonte: Liderança do PT na Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário