terça-feira, 20 de setembro de 2011

JACINTO PEREIRA PARTICIPA DE PROGRAMA DE RÁDIO, EM CRUZ, SOBRE A SEMANA DE TRANSITO NO BRASIL

 

DSCF0056

Dr. Lima e Jacinto Pereira

Cruz – Com o tema: “Década Mundial de Ações para Segurança do Trânsito – 2011/2020: Juntos Poderemos Salvar Milhões de Vidas”, começou dia 18 de setembro, em todo o Brasil, a Semana Nacional de Trânsito 2011. Em Cruz, a programação iniciou, hoje, na Rádio FM Comunitária 6 de Abril – Programa a Comunidade e o Cidadão – apresentado pelo Engenheiro Agrônomo Antônio dos Santos, que vai ao ar todas as terças feiras, a partir da 7h30m e contou com a participação do especialista em trânsito Jacinto Pereira de Souza, Inspetor aposentado da Polícia Rodoviária Federal, que durante meia hora fez uma exposição sobre os meios de transportes e as Normas de Transito Brasileira. Jacinto Pereira também é radialista apresentador do programa diário, o Programa Rádio Debate, que ao ar pela Rádio AM Pioneira a partir de oito e meia da manhã. É jornalista Diretor da Editora JORNAL A FOLHA LTDA em Sobral. O principal objetivo do programa é mobilizar a população a cerca dos graves problemas relacionados ao trânsito, decorrentes da falta de conscientização das pessoas.

Segundo Jacinto Pereira, “uma das principais causas de acidentes no trânsito é exatamente a falta de educação e consciência da população, pois quase 90% dos acidentes ocorridos no trânsito brasileiro são causados por falhas humanas, seja por uso de bebida alcóolica, falta da atenção ou imprudência. Os restante, para fechar os 100% são decorrentes de falhas mecânicas, problemas nas vias ou condições adversas. O condutor precisa entender que a primeira vida a ser preservada é a dele próprio, em seguida a dos passageiros e das pessoas que estão próximas ao veículo”. A redução do número de acidentes é uma das principais metas da Organização Mundial de Saúde (OMS). Atualmente, mais de um milhão e trezentas mil pessoas morrem por ano e outros milhões ficam feridas, algumas incapacitadas permanentemente, principalmente na faixa etária de 15 a 44 anos. Nesse sentido, o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) elegeu como pilares a serem trabalhados na Semana Nacional de Trânsito os seguintes pontos: Gestão nacional da segurança do trânsito; infraestrutura viária adequada; segurança dos veículos; comportamento e segurança dos usuários; atendimento ao trauma, e assistência pré-hospitalar, hospitalar e à reabilitação. Atualmente, uma resolução determina o ensino de Normas de Trânsito nas escolas a ser incluído na grade curricular. Jacinto Pereira lembrou que a tecnologia usada a serviço da segurança nos veículos tem contribuído para a redução do número de vítimas fatais no transito. Também falou sobre o uso correto do capacete e também a maneira correta de como se comportar o motoqueiro nas vias de transito. Também o aumento do número de veículos tem contribuído para o aumento de acidentes devido ao uso por pessoas não habilitadas, dentre outras causas. Jacinto Pereira diz somente acreditar numa boa educação para o trânsito quando este conteúdo for incluído na grade curricular das escolas como fizeram os países de Primeiro Mundo, pois, todos precisam ser educados para o trânsito e não apenas os motoristas.

Acidente - Por coincidência ou ironia do destino, a Semana do Transito em Cruz, começou com o registro de um acidente no trânsito que vitimou mais um motoqueiro. Trata-se de Carlos André Araújo, 31, funcionário da Prefeitura Municipal de Cruz, que trabalhava como vigia da Praça Afonso Fontes, sendo residente no Bairro Tucuns. Carlos André pilotava uma moto com alto grau de embriaguez, quando se desgovernou e bateu em um poste na comunidade vizinha de Pitombeiras, por volta de meia noite do domingo para segunda feira. Deixou viúva Ediseuda Farias e um casal de filhos menores. Era filho de Luís Gonzaga de Araújo e Maria das Graças de Araújo. O seu sepultamento aconteceu no Cemitério de Cruz. Mais uma prova de que a mistura álcool e direção não contribuem para a segurança do trânsito, embora seja poucos os que acreditam nisso.

Dr. Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário