segunda-feira, 14 de novembro de 2011

São Gonçalo do Amarante recebe Encontro da ACEJI

 
O município de São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Fortaleza, recebe no próximo dia 26 (sábado) o VIII Encontro Estadual de Jornalistas, Radialistas e Blogueiros do Ceará, promoção da ACEJI (Associação Cearense de Jornalistas do Interior) e Sincorce (Sindicato dos Correspondentes de Jornais e Emissoras de Rádio e Televisão do Ceará) e apoio da Prefeitura Municipal. O diretor da ACEJI e um dos coordenadores do evento, jornalista Pedro Herculano, afirma que o encontro é uma oportunidade para a cidade reunir os comunicadores e debater suas demandas, além das carências da comunidade local e regional. “Vamos receber a imprensa para para um encontro de trabalho e de congraçamento”, disse. O Encontro de Comunicadores terá a presença de políticos ligados a São Gonçalo do Amarante e outras autoridades convidadas para debaterem os temas do evento. Ao final, serão prestadas homenagens especiais a personalidades da Região, com a entrega da Comenda Jornalista Dutra de Oliveira, da ACEJI..
ACEJI elimina diretor do quadro de sócios
A ACEJI (Associação Cearense de Jornalistas do Interior) viveu um momento histórico no dia 12 de novembro passado, quando aconteceu uma reunião de diretoria para, especificamente, julgar o processo que pesava contra o Dirertor 1 Secretário, Henrique Júnior de Morais, por violar o Estatuto Social da entidade. Na oportunidade, o presidente em exercício, jornalista João Ferreira, como forma de dar maior transparência ao julgamento, transferiu a presidência dos trabalhos ao vice-presidente, Reginaldo de Athayde, que passou a palavra ao Diretor Jurídico, Aprígio Silva, que leu seu parecer jurídico sobre o citado processo, recomendando a eliminação do acusado do quadro de sócios da instituição. Em seguida, o presidente da reunião, Reginaldo de Athayde, deu sua aprovação ao Parecer Jurídico e o submeteu a votação, registrando-se duas abstenções (João Ferreira e Aprígio Silva), enquanto os demais diretores votantes foram unânimes em aprovar a eliminação do acusado que, a partir de agora, não mais pertence ao corpo social da ACEJI. Ele será notificado da decisão. Após a reunião, o presidente em exercício, jornalista João Ferreira, afirmou que o resultado do julgamento representa uma vitória da defesa do patrimônio moral da ACEJI. "Não hesitaremos em defender os interesses da Associação. Todas essas denúncias estão sendo devidamente apuradas e os abusadores serão chamados, a um, para apresentarem as provas, do contrário serão exemplarmente punidos, para que sirva de exemplo para a comunidade acejiana", desabafou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário