terça-feira, 15 de março de 2011

Projeto São José e Fecop estão virando loteamentos políticos

O Projeto São José e o Fundo Estadual de Combate à Pobreza viraram verdadeiros loteamentos políticos, na opinião de Roberto Mesquita. O deputado afirmou que os projetos estão sendo liberados apenas para os redutos eleitorais daqueles que compõem atualmente o Governo do Estado e de seus aliados. Roberto solicitou que a politicagem seja deixada de lado e que as famílias sertanejas sejam amparadas com os recursos desses dois fundos.

“Felizmente este ano estamos tendo um bom governo: o inverno”, ironizou Roberto, explicando que em tempos de seca quando as “cacimbas secam e os poços salgam” as pessoas se valem apenas dos carros-pipas, o que segundo ele é vergonhoso. O parlamentar cobrou que, prioritariamente, nas localidades nessa situação sejam construídas redes de abastecimento d’água para acabar com a velha lamentação sertaneja da falta de água.

Ainda de acordo com o deputado, o Ceará é rico em reservas de água, o que falta é uma boa política pública de distribuição dos recursos hídricos, e que uma das finalidades do Projeto São José é justamente essa. Sobre o Fecop, Roberto lembrou que em 2009 sobraram R$ 60 milhões do Fundo por falta de projetos. “Eu chamo este parlamento para esta discussão. Não podemos admitir comunidades inteiras sofrendo pela falta d’água quando temos recursos disponíveis e vastas reservas em todo o Estado”, pontuou.

As declarações foram feitas durante discurso nesta terça-feira (15) na Assembléia Legislativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário