sexta-feira, 2 de julho de 2010

Executiva do PSDB admite fechar questão

O deputado Heitor Férrer (PDT) subiu ontem à tribuna da Assembleia Legislativa, levando novos dados sobre o processo de licitação para a contratação de uma Parceria Público-Privada (PPP) para as obras de reforma do Estádio Castelão. O parlamentar leu a decisão do juiz federal substituto da 2ª Vara da Seção Judiciária do Ceará, Felini de Oliveira Wanderley, que determinou ao Governo do Estado do Ceará a retificação da pontuação do Consórcio Marquise/EIT/CVS, no processo licitatório para as obras de reforma do Estádio.

No início da próxima semana, a executiva estadual do PSDB reunirá os deputados estaduais do partido para fechar questão em apoio ao pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), requerida pelo deputado Heitor Férrer, para apurar as denúncias de irregularidades no processo licitatório da obra do Castelão, como anunciado pela revista Veja, que circulou no último fim de semana.

Desculpas

Os tucanos levaram a decisão para a executiva do partido em razão da dificuldade de a bancada acompanhar o líder João Jaime que já havia anunciado apoio à CPI, mas foi contestado no dia seguinte. O fechamento de questão obrigaria a todos os deputados assinarem o requerimento apresentado por Heitor.

Ontem, o líder do Governo ao fazer a defesa do processo licitatório para a reforma do Castelão, protestou contra uma informação veiculada pelo deputado Heitor Férrer, em sua página eletrônica, afirmando que ele (Nelson) iria fazer a defesa da licitação irregular. Heitor pediu um aparte, confirmou que havia veiculado a informação, mas se desculpava pelo acontecido. A desculpa foi aceita. (DN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário