domingo, 21 de setembro de 2014

Justiça do Trabalho realiza mutirão para garantir pagamento de créditos a trabalhadores


O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará inicia no dia 22 de setembro um mutirão para garantir o pagamento de créditos a trabalhadores que venceram conflitos e ainda não receberam o que têm direito. Durante cinco dias, juízes e servidores das varas do trabalho realizarão audiências, rastrearão bens e contas correntes em nome dos devedores. O objetivo é assegurar o pagamento das dívidas trabalhistas.
Os advogados, empregadores e trabalhadores que têm processos nesse estágio, nomeado de fase de execução, e queiram incluí-lo no mutirão, devem ligar para 0800 280 1771. É preciso informar o número do processo e o nome das partes. Além das solicitações, também serão colocados na pauta de julgamentos processos selecionados pelas varas do trabalho.
Números: De janeiro a julho deste ano, a Justiça do Trabalho do Ceará solucionou 18.805 processos na fase de execução. Ainda assim, restam outros 91.602. "Uma novidade neste mutirão será a utilização de um novo sistema que proporciona maior agilidade no recebimento e no processamento das quebras de sigilo bancário dos devedores", explica o juiz do trabalho Ney Fraga, um dos coordenadores do mutirão.
Chamado de Semana Nacional da Execução Trabalhista, o mutirão acontece pelo quarto ano consecutivo. No ano passado, foi assegurado o pagamento de R$ 45,02 milhões em créditos a trabalhadores a trabalhadores do Ceará. Foram realizadas 419 audiências e 207 acordos em processos na fase de execução.
Serviço:
Inclusão de processos na pauta da Semana Nacional da Execução Trabalhista
Telefone 0800 280 1771 ou formulário no site do TRT/CE
Dias e Horário: Segunda a sexta 7h30 às 15h30
--
Divisão de Comunicação Social do TRT/CE
Telefones: (85) 3388-9426 / 3388-9227 / 3388-9428
Email: csocial@trt7.jus.br
Twitter: www.trt7.jus.br/twitter
Facebook: www.trt7.jus.br/facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário