quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Ministro da CGU: 'Não há nada que desabone Graça'

 

:

Ex-secretário-executivo da Casa Civil, Valdir Simão afirma que presidente da Petrobras, Graça Foster, tem trabalhado em estrita cooperação com a CGU; “Não há qualquer medida que desabone a conduta dela na apuração desses ilícitos. Então sou da mesma opinião do ministro Jorge Hage. A direção atual da empresa está atuando para a melhoria da governança e para implementação de um modelo de controle que não permita que uma situação como essa não ocorra mais em uma empresa tão importante como a Petrobras”

8 de Janeiro de 2015 às 06:07

247 – Recém-empossado ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Valdir Simão saiu em defesa da presidente da Petrobras, Graça Foster, ao comentar os rumos da investigação sobre suspeitas de irregularidades na estatal.

“Não tivemos contato direto com a presidente da empresa. Mas as informações de que obtive aqui é de que ela tem trabalhado em estrita cooperação e colaboração com a CGU. Não há qualquer medida que desabone a conduta dela na apuração desses ilícitos. Então sou da mesma opinião do ministro Jorge Hage (ex-ministro da CGU). A direção atual da empresa está atuando para a melhoria da governança e para implementação de um modelo de controle que não permita que uma situação como essa não ocorra mais em uma empresa tão importante como a Petrobras”, disse Simão em entrevista ao Globo.

Ex-secretário-executivo da Casa Civil, ele afirmou ainda que pretende pedir explicações à estatal sobre a construção da rede de gasodutos Gasena. “A área de controle interno já está elaborando o pedido de informações sobre isso”.

Em nota, o comando da estatal retrucou esta semana acusações de irregularidades na obra. “Com relação ao custo do empreendimento Gasene, é inverídica a afirmação de sobrepreço de 1.800%. Muito pelo contrário, a contratação da construção dos gasodutos pela Transportadora Gasene foi feita por um valor 4,4% abaixo da estimativa orçada, utilizando-se um projeto básico robusto” (leia aqui).

http://www.brasil247.com/pt/247/economia/165908/Ministro-da-CGU-'Não-há-nada-que-desabone-Graça'.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário