quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Dino sobre os Sarney: 'interesses eram privados'

 

:

"Quanto mais abrimos as gavetas e armários do poder, mais ficamos indignados. Não havia governo, era mera aglomeração de interesses privados", disparou o governador do Maranhão, pelo Twitter; segundo Flávio Dino (PCdoB), só existe uma maneira para garantir a implementação de políticas públicas no Estado; "Aos que nos perguntam como vamos financiar nossas políticas, respondo: pondo fim às tenebrosas transações é possível avançar"

13 de Janeiro de 2015 às 14:24

Maranhão 247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou sua contar no Twitter para criticar duramente a família Sarney, que dominou a política no Estado nos últimos 50 anos. "Quanto mais abrimos as gavetas e armários do poder, mais ficamos indignados. Não havia governo, era mera aglomeracão de interesses privados", disparou.

A equipe do governador informou, na semana passada, que o governo Roseana Sarney (PMDB) deixou um déficit de R$ 1,1 bilhão no Executivo estadual, o equivalente a quase 10% do orçamento geral para 2015.

Ainda pelo Twitter, Flávio Dino, o primeiro filiado ao PC do B a governar o País, afirmou só existe uma maneira para garantir a implementação de políticas públicas no Estado. "Aos que nos perguntam como vamos financiar nossas políticas, respondo: pondo fim às tenebrosas transações é possível avançar", disse.

Assim que assumiu o governo, Flávio Dino suspendeu duas licitações preparadas na gestão Roseana que previam a compra de R$ 1 milhão em gêneros alimentícios para as residências oficiais do Estado em 2015.

Com o objetivo de abastecer as dispensa, 704 itens constavam na lista como 646 quilos de patinha de caranguejo, 234 KG de bacalhau, fresco ou salgado, e 208 kg de castanhas.

http://www.brasil247.com/pt/247/maranhao247/166435/Dino-sobre-os-Sarney-'interesses-eram-privados'.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário