terça-feira, 4 de novembro de 2014

Tucanos desovam R$ 155 mi na Abril, Folha, Estadão, IstoÉ, Época e Panini

 

publicado em 2 de novembro de 2014 às 19:49

Sem medo de ser feliz, governo paulista desova mais de 155 milhões na Abril, Folha, Estadão, IstoÉ, Época e Panini

por NaMaria, do NaMariaNews

Pode isso, Arnaldo? Claro que sim. Em São Paulo pode tudo.

Em minha primeira entrevista a Conceição Lemes, do Viomundo, (em 14/outubro/2010), NaMaria: 250 milhões para a mídia em nome da Educação pública de SP, mostrei a dinheirama que, de dezembro de 2004 a julho de 2010, o Governo de São Paulo pagou à mídia, certas editoras e gráficas a título de execução de “projetos pedagógicos”: mais de R$250 milhões, quase absolutamente tudo sem licitação.

Atendendo a pedidos, resolvi atualizar parte das as tabelas, com os gastos, negociações, trocas, favores, benesses e coisas do gênero “pedagógico” do governo paulista, começando com a Editora Abril e seus produtos, incluindo a Veja; as revistas IstoÉ, Época e Galileu. Passo pela Editora Panini com as compras das revistas da Mônica, Cascão e Mônica Jovem. Finalizo com os jornais Folha e Estado de SP.

Compras absolutamente sem licitação, apoiadas na Lei 8666 de 1993, artigo 25.

Tudo em nome da boa pedagogia, da boa escola, com o nosso dinheiro saindo pelos ladrões da Fundação Para o Desenvolvimento da Educação – FDE, que é quem “cumpre as demandas” e contratos da Secretaria de Estado da Educação de SP, sob as ordens maiorais do governo estadual.

São Paulo, o mais novo sertão do país (graças às excelentes gestões suseranas), é comprovadamente o latifúndio dos tucanos – que fazem o que bem entendem, como querem, com quem desejam e das maneiras mais “criativas” que o ser humano comum sequer consegue imaginar.

Mas podemos, pacientemente, perseguir as pistas no DO – Diário Oficial.

Esta atualização cobre os governos de Geraldo Alckmin (PSDB, 2003-2006), Cláudio Lembo (após renúncia de Alckmin, 2006-2007 / PFL), José Serra (PSDB / 2007-2010), Alberto Goldman (PSDB / 2010-2011, após renúncia do Serra), e novamente do Geraldo Alckmin (PSDB, de 2011 até o presente – e futuro, já que foi reeleito em 2014).

Também incluí duas compras especiais. Uma de Gilberto Kassab quando prefeito, em 2010 (na época, DEM, atualmente PSD), em nome da Secretaria Municipal de Educação, sob a tutela do Secretário Sr. Alexandre Alves Schneider.

Outra, mais recente, do município de Franca, distante 400 km da capital, cujo prefeito (Alexandre Augusto Ferreira) é do PSDB, e cuja Secretária da Educação (Fabiana Granado Garcia Sampaio) parece reconhecer os méritos da Editora Abril, desconsiderando outras e melhores concorrentes.

Que se registre e confira: o que aqui se apresenta é uma pequena amostra dentro de um imenso universo. Ou seja: o que acontece aqui pode estar ocorrendo onde você vive. Não há dúvidas.

Para melhor se situar, também proponho que sejam (re)vistas as matérias com o marcador Compras Sem Licitação, bem como a segunda entrevista dada à Conceição Lemes do Viomundo (em 1/outubro/2014): Como a Veja manejou a Educação Pública brasileira.

Abaixo seguirão os dados já existentes em tabelas anteriores, com as devidas novidades indicadas com *.

O valor encontrado apenas nessas tabelas é de uma beleza profunda. Foram gastos do dinheiro público, em papel, encalhes e quinquilharias tidas como “fontes de boa informação e educação” a mixaria de, pasmem!,

R$ 155.528.143,37.

Como era de se esperar, os valores aumentaram muito:

  1. Editora Abril: SAI de R$ 52.014.101,20
    –> AUMENTA para R$ 81.759.111,73 (= 57%)
  2. Folha e Estadão juntos: SAEM de R$ 10.546.769,60
    –> AUMENTAM para R$ 27.199.529,20 (= 157%)
  3. Revista Isto É: SAI de R$ 2.464.178,00
    –> AUMENTA para R$ 5.010.792,20 (= 103%)
  4. Revista Época e Galileu: SAEM de R$ 4.311.752,56
    –> AUMENTAM para R$ 8.357.854,76 (= 93%)
  5. Revistas Mônica, Cascão e Mônica Jovem: SAEM de R$ 26.789.290,28
    –>
    AUMENTAM para R$ 33.200.855,48 (= 24%)

Do mesmo modo que aumentaram descaradamente a imoralidade e a vergonha.

Concordam ou não?

http://www.viomundo.com.br/denuncias/namarianews-governo-paulista-desova-mais-de-r-155-mi-na-abril-folha-estadao-istoe-epoca-e-panini.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário