quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Ministro da Integração dará explicações sobre denúncias contra a PB Construções

 

Oposição ameaça convocar uma CPI para averiguar irregularidades em contratos do projeto Cinturão das Águas, no Ceará.

Anderson Pires
jornalismo@cearanews7.com.br

Otacílio Borges, secretário adjunto da Seinfra/CE.

Após acordo com o PROS, a Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados voltou atrás e decidiu não convocar o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, para depor no processo que apura indícios de irregularidades no projeto Cinturão das Águas, obra do Governo Federal em convênio com o Governo do Ceará.
No entanto, conforme o combinado, Teixeira deverá se apresentar aos parlamentares apenas como convidado, mas terá que dar explicações sobre as denúncias de favorecimento da empresa P&B Construções, que pertence à família do secretário adjunto de Infraestrutura do Ceará, Otacílio Borges, e está entre as principais fornecedoras contratadas pelo próprio Governo para a execução das obras no sistema de integração de bacias hídricas do Estado. As informações são do portal Política Real, que acompanhou a reunião dos parlamentares nesta quarta-feira (05).
“Nós vamos aguardar a vinda do Ministro. Esperamos que ele venha, fale e dê esclarecimentos, respondendo perguntas. Se ele vier aqui, falar o que quiser e ir embora, nós vamos trazê-lo de volta por convocação e pedir CPI”, disse, em tom de ameaça, o deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), membro da Comissão.
O “Cinturão das Águas”, projeto bilionário reúne recursos federais e estaduais, é a segunda maior obra hídrica no Nordeste, depois da Transposição do São Francisco. As denúncias de fraude nos contratos com a PB Construções também estão sendo analisadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Estima-se que a empresa já tenha faturado mais de R$ 1,3 bilhão em licitações de obras do Governo Cid.
Comissão de Agricultura
Na semana passada, a Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, controlada pelos partidos de oposição à Presidência, mesmo contando com a presença de vários peemedebistas, impôs sérias derrotas ao Governo ao aprovar a convocação de dois ministros – Agricultura e Minas e Energia.
O pedido de convocação de Francisco Teixeira, retirado da pauta da reunião de hoje, foi encaminhado pelo deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), que argumentava que os recursos do Ministério da Integração estão sendo “aparelhados” pelo PT e seus aliados locais.

http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=21796

Nenhum comentário:

Postar um comentário