domingo, 18 de maio de 2014

Folha detona Alckmin, sem querer. Metrô Morumbi ficará distante 1 Km do estádio.

 

Normalmente eu ficaria irritado com a manchete da "Folha de São Paulo" falsificando o contexto da fala do presidente Lula no encontro com os blogueiros, com o jornalão repetindo o vexame de publicar coisas falsas como ficha da ditadura feita no photoshop sobre a Dilma.
Mas confesso, que dessa vez eu ri. Primeiro porque a Folha está defendendo Metrô não para o trabalhador ir da casa ao trabalho mais rápido. Não para o estudante ir à escola, não para o aposentado ir na consulta médica, prioritariamente. A Folha está defendendo metrô para atender a FIFA, se lixando para o trabalhador. Ponto para Lula.
É claro que qualquer transporte público que puder ficar próximo de estádios são bem-vindos. O Itaquerão já foi construído perto da estação do Metrô. O Maracanã no Rio tem uma estação ao lado que também atende a UERJ (Universidade Estadual). Mas Lula está certo em dizer que não tem cabimento exigir que o traçado de uma linha de metrô tenha obrigação de passar exatamente na porta de todo estádio.
Se der para encaixar no projeto da linha uma estação para passar na porta de um estádio, melhor. Mas não justifica mudar um traçado que atenda melhor as necessidades diárias da população trabalhadora, deslocando o trajeto para a porta de um estádio.
Qualquer urbanista sabe que é muito mais útil e lógico colocar uma conexão de ônibus entre o estádio e o metrô nos dias de jogos, do que obrigar o trabalhador que usa o metrô diariamente a fazer esta conexão do estádio até o centro do bairro por ônibus todo dia.
Tanto Lula tem razão, que o governo tucano de Geraldo Alckmin está construindo a futura Estação Morumbi (*) do metrô paulistano distante 1 Km do Estádio do Morumbi. Outra futura linha do Metrô em monotrilho terá uma estação mais perto (400 metros), mas em 2012 o então diretor de Planejamento do Metrô, Mauro Biazotti, já adiantou que a estação poderá ser fechada por medida de segurança na saída dos torcedores de grandes jogos. Disse que é uma recomendação da Polícia Militar para evitar tumultos, por não haver espaço necessário para dispersão do público com segurança.

E agora, dona Folha? Por coerência, que tal fazer uma manchete como esta: "Alckmin obrigará torcedor a andar mais de 1 km para sair ao Morumbi".
(*) A estação já era para ter sido inaugurada no ano passado, mas não se sabe se por problemas na Suíça ou não, o tucano já atrasou várias vezes e a última previsão está remarcada para 2015. Mas obra atrasada de governo tucano, a Globo, a Folha, o Estadão e a Veja não se importam.

Fonte: http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2014/05/folha-detona-alckmin-sem-querer-metro.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário