quarta-feira, 30 de junho de 2010

Deputados falam em leviandade e ingratidão

O deputado Welington Landim (PSB) depois de dizer que o deputado Tomás Figueiredo (PSDB) é leviano e que ingrato são os tucanos que passaram mais de três anos elogiando o Governo e de repente mudam o discurso. O deputado que é líder do bloco governista respondia a discursos do deputado João Jaime, líder do PSDB e do outro tucano, Tomás Figueiredo, autor do primeiro discurso de oposição, na semana passada, parcialmente repetido na sessão de ontem.

O deputado João Jaime falou de ingratidão as destacar a trajetória política dos irmãos Ciro e Cid Gomes, com a ajuda do senador Tasso Jereissati (PSDB). Por seu turno, o deputado Tomás Figueiredo disse que "Tasso nunca tentou calar a voz das oposições cooptando quem estava contra, não comprou o silêncio conveniente, não pagou para ser bajulado".

Landim deixa claro que não houve por parte de nenhum membro da base aliada de Cid Gomes, algum tipo de manifestação de agressão ou comentário jocoso em relação à candidatura de Marcos Cals (PSDB), ou mesmo ao senador Tasso Jereissati (PSDB).

Pelo contrário, ele alega que foi o PSDB quem primeiro levantou esse tipo de comentário, destacando, por exemplo, uma afirmação de Tasso que considera grave, de que prefeitos votarão em Cid Gomes por medo, o que aponta não ser verdade.

Landim também ressalta que Cid Gomes foi eleito governador do Estado sem a ajuda do Governo, lembrando que quem estava à frente do Executivo na ocasião era o então tucano, Lúcio Alcântara, rebatendo a afirmação de Cirilo Pimenta de que os Ferreira Gomes sempre tiveram a ajuda do Governo.

Segundo Cirilo, os Ferreira Gomes usaram Tasso como "trampolim. Posso chamá-los de cupim. O cupim é aquele que come junto só com a família", fazendo alusão, também, à candidatura de Patrícia Saboya à Assembleia Legislativa. Por seu turno o deputado Luiz Pontes (PSDB) a história da política cearense se confunde com o período de Tasso e dos Ferreira Gomes. Segundo disse, Tasso sempre lutou para eleger os irmãos Ciro e Cid Gomes. (DN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário