quinta-feira, 25 de junho de 2009

Carga horária dos PMs em discussão

A carga horária excessiva e a falta de efetivo na Polícia Militar (PM) do Ceará foi assunto debatido ontem, na Assembléia Legislativa. Deputados levaram ao plenário problemas enfrentados pela segurança pública cearense que ainda sofre com a falta de condições de trabalho para os PMs.Os pronunciamentos dos deputado Adahil Barreto (PR), Heitor Férrer (PDT) e Nelson Martins (PT) foram em repercussão ao que o Diário do Nordeste mostrou na edição de segunda-feira, sobre a carga horária estafante dos policiais militares do Ceará.Em maio do ano passado, foi aprovada uma lei na Assembléia em que o Executivo comprometeu-se a formular um projeto regulamentando a carga horária dos policiais militares e dos bombeiros, encaminhando mensagem ao Poder Legislativo em um prazo máximo de 180 dias. Por o Estado não ter cumprido o prazo legal, o deputado Heitor entrou com uma representação no Ministério Público por improbidade administrativa e prevaricação. (DN).
Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário