sexta-feira, 12 de junho de 2009

Atuais dirigentes podem estar inelegíveis

Reviravolta no processo de sucessão no Partido dos Trabalhadores (PT) do Ceará. Os presidentes estadual, Ilário Marques, e municipal de Fortaleza, Raimundo Ângelo, do Partido dos Trabalhadores poderão não concorrer a reeleição no Processo de Eleição de Direta (PED) de 2009, a ser realizado em novembro próximo em todo o País.
Tal decisão se deu com a publicação da alteração do artigo 25 do Regulamento do PED 2009, pela direção nacional da agremiação, na última segunda-feira, a qual foi tornado pública na página eletrônica da legenda, quarta passada.
O referido dispositivo, que altera o aspecto referente a inelegibilidade diz, em seu parágrafo 1º, que ´será inelegível para cargos em comissões executivas, inclusive o de Presidente, em qualquer nível, os (as) filiados (as) que tenham sido membros de uma mesma comissão executiva por 3 (três) mandatos consecutivos, seja ocupando um cargo específico ou a função de vogal´. O ponto citado remete diretamente a Ilário Marques, que, fez parte das três últimas executivas estaduais do PT-Ceará, sendo 2º vice-presidente de 2006 a 2007 e, atualmente, é presidente. (DN).
Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário