segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Armas e drogas em poder de torcedores

Dois torcedores, entre eles uma adolescente de 17 anos, que se dirigiam ao Estádio Castelão, na tarde de ontem, foram detidos com dois revólveres calibre 38; e 49 ‘papelotes’ de cocaína e um de maconha. Segundo a Polícia, as armas seriam usadas em um confronto entre as duas principais torcidas uniformizadas do Estado; e a droga seria revendida para outros torcedores. As armas e a droga estavam escondidas sob o blusão da adolescente, mas de acordo com a Polícia, o adulto Francisco Davi Moraes, 24, confirmou que as armas e a droga pertenciam a ele.
Conforme as informações repassadas ao Diário do Nordeste pelo cabo PM Paulo César, da Companhia de Policiamento Ambiental (CPMA), os dois torcedores estavam em uma moto, ‘escoltando’ um grupo de mais de dez torcedores que seguiam a pé pela Avenida Raul Barbosa. Em rápida entrevista ao diário , a adolescente confirmou que em outros jogos já havia entrado no estádio com a mesma quantidade do material apreendido. A jovem foi levada para a Delegacia da Criança e do Adolescente e Davi para o 30º DP (São Cristovão).
De acordo com o coronel PM Sérgio Costa, comandante do Policiamento da Capital (CPC), as abordagens antes das partidas realizadas nos principais corredores que levam ao Estádio Castelão, são o resultado de um planejamento operacional, idealizado pelo CPC e aprovado pelo comandante da PM, coronel William Alves Rocha.

Por Wilson Gomes, com informações do Diario do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário