quinta-feira, 31 de julho de 2008

SURGE A PRIMEIRA DENÚNCIA DE COMPRA DE VOTOS NA REGIÃO NORTE DO ESTADO



O Ministério Público Eleitoral (MPE), representado pelo promotor Raimundo Magalhães Dantas Júnior, determinou na tarde desta quinta-feira, dia 31, a abertura de inquérito policial para apurar possíveis denúncias de que, na cidade de Uruoca, região Norte do Estado, três candidatos a cargo proporcional (vereador), estaria aliciando eleitores. Em troca de votos os referidos candidatos estariam oferecendo a população próteses dentários (dentaduras). A denúncia chegou ao conhecimento do MPE e, na manhã desta quinta-feira policiais militares, pertencente a 3ª Cia do 3º BPM, realizaram uma ação de busca e apreensão em uma residência situada a rua Raimundo Antônio, bairro do Alecrim. No local foi encontrado além de clientes, possivelmente eleitores, um vasto material protético que era usado para confecção das próteses.
A polícia também encontrou no local um caderno com anotação de nomes pelo menos três candidatos a vereador e uma lista de pessoas que já haviam recebido a dentadura. Todo material bem como as pessoas que se encontravam no local foi encaminhado para o Fórum local e em seguida, acompanhado do promotor Raimundo Magalhães foram levados para a Delegacia Regional de Polícia de Camocim, onde foi lavrado um inquérito policial, para apurar se estaria havendo aliciamento de eleitores e compra de votos.
O representante do MPE, não quis revelar os nomes dos envolvidos, apenas adiantou de que, os candidatos pertencem à coligação “O povo é a nossa força”, formada pelos partidos; PSC, PSDB, PMDB, PR, e tem como candidato à prefeito Oliver Félix.
Por Wilson Gomes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário