quinta-feira, 17 de julho de 2008

EXPEDIÇÃO -DESAFIO VISITA COMUNIDADES EM SANTANA DO ACARAÚ



Duas comunidades de Santana do Acaraú, no Ceará, beneficiadas com a Bomba D´água Popular (BAP), uma das tecnologias usadas no Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2), da Articulação no Semi-Árido (ASA). A visita aconteceu nas primeiras comunidades onde a Bomba D´água Popular (BAP) foi implementada: Descanso e Ameixa. No total, cerca de 40 famílias foram beneficiadas com a tecnologia, que bombeia água de poços tubulares inativos. Raimunda Maria Costa, 59 anos é presidente da Associação Comunitária de Descanso e Vizinhança e foi uma das pessoas que acompanhou todo o processo de chegada da bomba à comunidade.Ela conta que a falta de água na comunidade era grande e que “com a chegada da bomba, a vida das famílias mudou bastante, pois ela (a bomba) garante água para o consumo animal e para as plantas”.
Durante a passagem da Expedição-Desafio à Santana do Acaraú, os visitantes puderam ver as mudanças ocorridas nas comunidades após a implementação da bomba.
Em Descanso, as famílias plantaram uma horta comunitária, numa área de 50m², que é irrigada com a água retirada pela bomba. Homens e mulheres se revezam diariamente para realizar os trabalhos de plantio, aguamento das plantas, manejo do solo, produção de adubos e defensivos naturais, além de realizar a colheita. Diversas espécies de hortaliças e fruteiras, como pimentão, alface e maracujá, são cultivadas de forma agroecológica. As famílias também cultivam plantas medicinais, como hortelã, boldo, malva corama, capim santo, e palmeirinha.
A visita às comunidades de Descanso e Ameixa, em Santana do Acaraú, no Ceará, deve fazer parte de um livro, que será publicado ao final da Expedição-Desafio, onde o Urbenauta contará as aventuras vividas em sua viagem pelos quatro cantos do País.
Por Wilson Gomes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário