sexta-feira, 4 de julho de 2008

REITOR DA UVA REBATE ACUSAÇÕES

"Após denúncias tornadas públicas, na última quarta (02), pelo deputado Heitor Férrer, sobre as supostas ilegalidades cometidas pela Universidade Estadual Vale do Acaraú, o reitor da UVA rebateu. Mesmo sem ter recebido o requerimento de convocação pela Assembléia Legislativa, o reitor disse que as denúncias não passam de interesses políticos.Mesmo sem ter recebido o requerimento que aponta as irregularidades, o reitor da UVA nega as denúncias de que a instutição não esteja cumprindo os dias letivos exigidos. Antônio Colaço explica que cada curso tem uma carga horario diferente.A Universidade Estadual Vale do Acaraú, que comemora 40 anos, hoje funciona em 120 municípios cearenses e outros 7 Estados do país. Segundo o reitor da UVA, todos os cursos que existem fora da Região Norte estão dentro da legalidade, pois a denúncia baseada no decreto 5773 trata de instituições de ensino federal e a UVA, de acordo com a LDB, está ligada ao sistema estadual de ensino.As denúncias foram feitas pela Associação Brasileira dos Mantenedores das Faculdades Isoladas e Integradas (Abrafi) e pelo Sindicato das Instituições de Ensino Superior do Estado de Pernambuco e enviadas à AL do Ceará. Estas entidades ameaçam impedir que os alunos da UVA sejam transferidos ou façam cursos de pós graduação em outras faculdades.'

Nenhum comentário:

Postar um comentário