terça-feira, 29 de julho de 2008

Comerciantes de Pacajus querem impedir carros de som de candidatos no centro da cidade

Ministério Público tentará um acordo amigável

No município de Pacajus, região metropolitana de Fortaleza, comerciantes entraram com um pedido no Ministério Público Eleitoral (MPE) para impedir carros de som que fazem propaganda eleitoral de circular pelo centro da cidade, com o argumento de que a poluição sonora incomoda a ordem pública. A propaganda na cidade é feita por 200 automóveis de 124 candidatos a vereador e de seis que concorrem para a prefeitura. Se o candidato não me respeita hoje que não é nada, nem uma autoridade, imagina depois que ele for uma autoridade - disse Flávio Evaristo, um dos comerciantes.O promotor Raimundo de Souza, responsável pelo caso, pretende reunir candidatos e partidos para um acordo extra-judicial, e propõe um Termo de Ajustamento de Conduta para chegar a um consenso amigável.Ontem um dos carros de som foi apreendido pela Justiça Eleitoral porque estaria circulando a menos de 200 m de prédios públicos. A lei eleitoral proíbe o uso desse tipo de veículo em áreas como hospitais, bibliotecas, escolas e prédios da prefeitura.
Por Wilson Gomes, Fonte JB Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário