terça-feira, 4 de julho de 2017

Zarattini dispara: Temer usa o cargo para comprar votos contra sua denúncia


247 – O líder do PT na Câmara, deputado Carlos Zarattini (SP), acusou Michel Temer de estar usando seu cargo para comprar votos de deputados contra sua denúncia.

A denúncia por corrupção passiva contra Temer, apresentada pela Procuradoria Geral da República, pode ser votada até o dia 17 deste mês na Casa. A agenda de Temer hoje no Planalto inclui a visita de 22 parlamentares num período de 13 horas para discutir a ação.

"O governo está se dedicando exclusivamente a resolver o seu próprio problema. Hoje o presidente da República, maior autoridade do País, começou sua agenda às 8h recebendo deputados individualmente e essa agenda vai terminar às 22h. É uma vergonha para o país e isso só corrobora aquilo que nós já dissemos: o governo não tem condições de governar mais. É um governo que só se preocupa em se defender ao invés de estar cuidando dos problemas do Brasil. Essa agenda de hoje reflete a vergonha que está sendo feita no Palácio do Planalto", disparou Zarattini.

Para ele, trata-se do "mais vagabundo varejo que tem na República, porque nem sequer o ministro da articulação política está atendendo os deputados, quem está atendendo é o presidente da República, que está fazendo o 'troca-troca', o varejo do governo. É lamentável que a gente chegue nessa situação".

Ele lamentou ainda que os chefes de Estados dos 20 mais importantes países, que fazem parte do G20, estejam reunidos para "discutir questões importantíssimas do ponto de vista da política internacional e o presidente da República do país mais importante da América Latina esteja aqui cuidando de atender deputados para atender favores e virar o voto desses deputados ao seu favor".

Zarattini disse ainda que a oposição considera um "grave equívoco" a tentativa do governo de apressar o processo de tramitação da denúncia na Câmara, "porque o povo brasileiro, os deputados precisam ter conhecimento mais detalhado da denúncia". Ele defende a presença do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e do empresário Joesley Batista, da JBS, para responder a questionamentos dos deputados.

O petista avalia que a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima nesta segunda-feira 3 "é mais um fato negativo para o governo, que vive a cada dia uma agonia. Toda a cúpula do PMDB, e toda a cúpula do governo está sendo presa". Para ele, não há dúvida de que ela influencia negativamente para o governo na votação da Câmara. "Mais um rombo no casco do governo", diz.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/poder/304558/Zarattini-dispara-Temer-usa-o-cargo-para-comprar-votos-contra-sua-den%C3%BAncia.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário