segunda-feira, 17 de abril de 2017

TEMER NÃO TERÁ AUTORIDADE PARA NADA SE CONTINUAR COM CORRUPTOS

247 - O deputado Miro Teixeira (Rede-RJ), mais antigo parlamentar com mandato na Câmara, defendeu a demissão dos oito ministros de Michel Temer, acusados de receber propina da Odebrecht.
"O Presidente da República fez um gesto de determinar uma linha de corte, agora está na hora de os ministros fazerem um gesto e pedirem demissão, ou o Temer não vai conseguir governar", disse Teixeira em entrevista ao jornal O Globo.
"O povo não reconhecerá a legitimidade do governo em nada com um monte de ministros arrolados em investigações. Eles são inocentes até que se prove o contrário, mas não basta, é preciso ter as atitudes que melhorem as condições do governo. Esses ministros têm o dever de sair", acrescentou.
Entre os alvos de inquéritos pedidos pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, com base nas delações de executivos da Odebrecht, estão: Moreira Franco (Secretaria de Governo), Eliseu Padilha (Casa Civil), Gilberto Kassab (PSD), da Ciência e Tecnologia, Helder Barbalho (PMDB), da Integração Nacional, Aloysio Nunes (PSDB), das Relações Exteriores, Blairo Maggi (PP), da Agricultura, Bruno Araújo (PSDB), das Cidades, e Marcos Pereira (PRB), da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.
O deputado também defendeu a convocação de uma Assembleia Constituinte, para "desregulamentar o Brasil". "É preciso convocar uma nova Assembleia Constituinte, porque a nossa Constituição de 1988 já tem 98 emendas aprovadas. Em tramitação, acho que são 350 no Senado e 850 da Câmara. A Constituição está virando um periódico", afirmou.
http://www.brasil247.com/pt/247/poder/290676/Miro-Teixeira-Temer-n%C3%A3o-ter%C3%A1-autoridade-para-nada-se-continuar-com-corruptos.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário