segunda-feira, 24 de abril de 2017

CELSO ROCHA DE BARROS EXPÕE TAMANHO DA CRISE NO PSDB

247 - O sociólogo Celso Rocha de Barros mostra, em sua coluna na Folha de S.Paulo nesta segunda, como a queda dos principais nomes tucanos é uma tragédia para o PSDB, um partido tradicionalmente de quadros.
"Aécio, Alckmin e Serra foram delatados. Como em todos os casos, as denúncias ainda precisam ser investigadas, mas é difícil imaginar um presidenciável em 2018 com essa bagagem (com a possível exceção desse aí que você pensou). O PSDB nunca foi, como o PT, um partido de movimentos: era um partido de grandes quadros. A queda de seus principais nomes é, portanto, especialmente ruim para os tucanos. Quando um partido de quadros começa a levar João Doria a sério é porque as coisas vão bem mal..l.
Será uma pena se o PSDB acabar, e digo isso como alguém que votou contra os tucanos desde sempre. Como já escrevi uma vez aqui na "Ilustríssima", o PSDB foi o grande condutor da centro-direita brasileira em direção à democracia moderna. Era um partido de opositores da ditadura, derrotou a hiperinflação e, em 1994, conquistou a única vitória indiscutível, categórica, de craque, da direita brasileira em uma eleição presidencial.
A mesma direita deveria ter levado em conta, nos pleitos seguintes, que nem sempre as exigências da macroeconomia e da distribuição de renda coincidiriam tão perfeitamente quanto em 1994. Mas isso é outra história.
As origens social-democratas do PSDB não prevaleceram no desenvolvimento posterior do partido, mas deixaram sua marca. O governo FHC teve bons resultados na educação básica e na redução da mortalidade infantil e nunca teve aqueles deslumbramentos de mercado que muitos países tiveram nos anos 1990 (incluídos, aí, os países ricos que desregulamentaram seus mercados financeiros).
Se você duvida do papel histórico fundamental desempenhado pelos tucanos na história brasileira, olhe para o resto de nossa direita. Há no DEM quadros qualificados, mas inteiramente dedicados a defender seus interesses de classe, como Ronaldo Caiado. E daí para lá não há quem consiga dizer qual das suas pernas é a direita em duas tentativas, já descontados aqui os que perguntariam "dianteira ou traseira?"."
http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/291818/Celso-Rocha-de-Barros-exp%C3%B5e-tamanho-da-crise-no-PSDB.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário