terça-feira, 12 de junho de 2012

SITUAÇÃO DO DR. GUIMARÃES CONTINUA INDEFINIDA

 

 

A situação política do presidente do PV Dr. Guimarães poderia ter sido resolvida na última quarta-feira, 6, caso um dos membros do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, o juiz Francisco Luciano Lima Rodrigues, tivesse tomado a decisão de votar e não pedir vistas do processo, que acusa o ex-candidato ao cargo de deputado estadual de compra de voto.

Após tomar conhecimento que a decisão do seu colegiado não optou se tornara procedente ou improcedente o processo.Na votação ocorrida naquele dia três juizes votaram contra Dr. Guimarães, ou seja, votaram pela procedência da representação. Outros três juízes votaram a favor de Guimarães, ou seja, votaram pela improcedência da representação.

Com 3 x 3 no placar, o voto de desempate caberia à Presidência do Tribunal. No entanto, situação inusitada ocorreu, o juiz Francisco Luciano Lima Rodrigues, que já havia votado pela procedência da representação, ou seja, havia votado contra Dr. Guimarães, anteriormente. Ao final decidiu pedir vista, impedindo que houvesse o voto da Presidência, encerrando o julgamento.

Quem acompanha o processo pergunta: O juiz Francisco Luciano Lima Rodrigues irá mudar seu voto? Não mudando, porque o pedido de vista? O processo será reapresentado antes que se encerrem os prazos para as convenções?.Aguardemos o próximo capítulo.

Postado por WILSON GOMES

Nenhum comentário:

Postar um comentário