quinta-feira, 28 de junho de 2012

Produtores e técnicos recebem orientações sobre manejo reprodutivo de ovinos de corte

DSC00685

 

Orientações sobre a nutrição e acompanhamento de ovinos de corte para os períodos de estação de monta, seleção de reprodutores e a possibilidade de coleta e avaliação de sêmen na propriedade rural. Estas foram as principais informações que produtores rurais e técnicos da Secretaria da Agricultura e Pecuária de Sobral tiveram nesta quinta-feira (28), em visita técnica na Fazenda Alegre, em Sobral (CE), como atividade do último dia do curso de manejo reprodutivo para caprinos e ovinos de corte que a Embrapa Caprinos e Ovinos promoveu para este público, selecionado pela Prefeitura local.

Na Fazenda Alegre, o pesquisador Fernando Henrique Albuquerque apresentou detalhes sobre o sistema de produção de ovinos para corte e fez demonstrações práticas de avaliação corporal com animais reprodutores e matrizes do próprio rebanho da propriedade. Já o laboratorista José Nóbrega deu orientações sobre coleta de sêmen, levando inclusive o material de alguns animais para análise em microscópio, que pôde ser acompanhada pelos participantes.

Fernando destacou informações sobre a correta alimentação para as borregas (fêmeas que vão para estação de monta pela primeira vez), ressaltando a necessidade de observar idade e condições físicas antes da monta: o recomendável é que elas tenham idade mínima de oito meses, peso mínimo em torno de dois terços do peso médio do rebanho adulto e com escore corporal entre 3 e 4 (numa escala que vai de 1 a 5).

O pesquisador também citou orientações para a escolha dos carneiros reprodutores. Eles devem ser de um padrão racial com características adequadas à necessidade do sistema de produção, estarem em boas condições de saúde, bons dados de desempenho (que incluem ganho de peso diário, peso na desmama, peso aos seis meses) e idade mínima de 8 meses. Segundo ele, também é interessante observar os índices de circunferência escrotal do animal (a partir de 30 centímetros) e realizar exame andrológico (espermograma).

Para o produtor rural João Paulo Pinto, o curso foi uma boa oportunidade para novos conhecimentos. "Muita coisa pode ser aprendida, como a coleta de sêmen que eu nunca tinha visto", afirmou ele. Já o técnico Carlos Alberto Silva, da Secretaria de Agricultura e Pecuária de Sobral, considerou que as informações serão muito úteis para a assistência técnica a produtores da região, como as recomendações para avaliação de escore corporal.

O curso de manejo reprodutivo é uma ação do projeto Ovinotec –Tecnologias Integradas para a produção de ovinos a pasto no Nordeste do Brasil, da Embrapa Caprinos e Ovinos com financiamento do Banco do Nordeste e beneficiou produtores e técnicos que integram o projeto Cordeiro de Sobral, parceria da Prefeitura de Sobral com a Embrapa. Nos três dias de curso (26 a 28 de junho), eles tiveram noções sobre sistemas de produção, escrituração zootécnica e fisiologia da reprodução. Também colaboraram no curso a pesquisadora Ângela Eloy e a zootecnista Nadiana Mendes.

Adilson Nóbrega
Embrapa Caprinos e Ovinos
MTb/CE 01269JP
adilson@cnpc.embrapa.br
(88) 3112.7483

Nenhum comentário:

Postar um comentário