quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Políticas públicas dos governos do PT transformaram as vidas dos baianos


20 de agosto de 2018

A Bahia passou por uma grande transformação durante os governos do Partido dos Trabalhadores – Lula e Dilma na presidência, Jaques Wagner e Rui Costa no governo do estado. Foram criadas e implementadas políticas públicas que passaram a incluir todos da população, com foco no crescimento com inclusão social, em um estado que até então era tradicionalmente governado pelas elites e para as elites. Lula e o PT transformaram a Bahia e vão fazer muito mais.

Nesta terça-feira (21/8), Fernando Haddad, candidato a vice na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu porta-voz, estará em Salvador apresentando propostas para o terceiro mandato de Lula. O governador Rui Costa, líder nas pesquisas de intenção de voto, e o ex-governador Jaques Wagner, candidato ao Senado, acompanharão Haddad nas agendas e debates sobre o futuro do estado.

A transformação baiana com os governos do PT se deu em diversas áreas como educação, geração de emprego, políticas para o semiárido e agricultura familiar. Tudo isso se traduziu na possibilidade de sonhar e de realizar os sonhos. Em 2017, a Caravana Lula pelo Brasil se iniciou justamente na Bahia e o ex-presidente disse: “minha geração não acreditava que o filho de um homem do campo pudesse virar engenheiro agrônomo. Nós provamos que isso era possível. Agora eu só peço que vocês não deixem de sonhar. E sonhem alto. Não é possível avançar sem sonhos”.

Educação

Na Bahia, parte importante da inclusão se deu pela educação. Exemplo disso é que, antes de Lula, o estado com mais de 15 milhões de pessoas em 417 municípios só tinha uma universidade federal, localizada na capital – a UFBA. Os governos do PT criaram mais cinco – Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB)Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Universidade Federal do Oeste da Bahia, Universidade Federal do Sul da Bahia, Universidade Federal do Vale do São Francisco.  A UFRB, criada por Lula em 2006, é um dos símbolos da mudança feita pelos governos petistas na educação do país. Isso porque mais de 80% dos seus estudantes são autodeclarados negros, além da universidade ficar numa região predominantemente agrária. Foram criados 18 campi universitários interiorizados em toda a Bahia.

Ainda no ensino universitário, os programas Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) beneficiaram juntos mais de 300 mil alunos. Na Bahia, em 2015, Lula disse emocionado: “não tem nada mais gratificante que quando viajo e as pessoas levantam plaquinhas dizendo: hoje eu sou médica, hoje sou advogada, graças ao Prouni, graças ao FIES”.

Impressionantes, ainda, são os números dos governos do PT na inclusão de crianças que moram no sertão baiano. O Caminho da Escola adquiriu 3.341 ônibus, 16 lanchas e mais de 13 mil bicicletas para fazer o transporte dos estudantes das áreas rurais.

Os avanços na educação também abrangeram o ensino técnico e profissional. O Pronatec matriculou mais de 530 mil alunos e criou 21 novas escolas técnicas na Bahia. Vale lembrar que, em seu próximo governo, Lula vai melhorar a qualidade do ensino médio, promovendo a federalização progressiva das escolas de ensino médio em áreas de vulnerabilidade, por meio de parceria com os Institutos Federais e com o Sistema S.

Geração de emprego e renda

A inclusão do povo baiano também se deu por meio da geração de emprego e renda. De 2003 a 2016, foram criados no estado 973.877 postos de trabalho. um aumento de mais de 74% do total de vagas de emprego em treze anos.

O Programa Bolsa Família, em abril/2016, atendia mais 1,8 milhão de famílias, garantindo que 3,5 milhões de pessoas saíssem da extrema pobreza no estado.

A renda também foi garantida pelos investimentos na agricultura familiar. Na Bahia, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), no balanço da safra 2015-2016, registrou mais de 193 mil contratos, totalizando R$ 669 milhões em investimento.

Vivendo melhor

As famílias baianas do litoral ao sertão passaram a viver melhor durante os governos do PT e exemplos disso não faltam. A energia elétrica chegou nas casas onde não havia luz, com o programa Luz para Todos criado por Lula, que realizou 568.242 ligações.

Já o Água para Todos foi essencial para enfrentar as secas frequentes do interior baiano. O programa possibilitou a instalação de cisternas para captação de água de chuva e, em alguns locais, a perfuração de poços artesianos, que coletam água do subsolo. O Água para Todos instalou 286.333 cisternas para consumo e mais de 53 mil para produção agrícola por toda a Bahia.

A casa própria para milhares de famílias baianas também foi conquista proporcionada pelos governos petistas. O Minha Casa Minha Vida entregou, na Bahia, 180.544 moradias e contrataram outras 299.925.

Outro ponto que passou por uma transformação foi a saúde. As 3.340 equipes do Saúde em Família fizeram a cobertura de 67% da população da Bahia e foram construídas, por todo o estado, 840 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e 79 UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Esses dados são apenas uma amostra de tudo que Lula garantiu aos baianos e que o governo do golpe, Temer/PSDB, está tentando desmantelar.

Em carta ao povo baiano em julho último, Lula disse que o povo baiano sabe “o que o PT foi capaz de realizar durante o tempo que governou o Brasil,  fazendo o país crescer como nunca (…), sabe também, e sabe na carne, tudo o que foi desfeito desde que os golpistas tomaram de assalto o Palácio do Planalto e rasgaram os votos de 54 milhões de brasileiros”.

Agora, é preciso devolver as conquistas ao povo e Lula tem um plano de governo para isso.

Fonte: https://lula.com.br/politicas-publicas-dos-governos-pt-transformaram-a-vida-dos-baianos/

Nenhum comentário:

Postar um comentário