quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

MORO ESTÁ SENDO DESCARTADO PELA ELITE POLÍTICA QUE PROMOVEU O GOLPE

O jornalista Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo (DCM), afirmou nesta quarta-feira, 8, que o juiz Sérgio Moro está sendo descartado pela elite do País, depois de tê-lo "usado" como instrumento para o golpe parlamentar de 2016, que retirou do poder a presidente Dilma Rousseff.
"O super-heroi da mídia vai sendo relegado aos rodapés. Notícias desagradáveis para Moro eram suprimidas nas redações. Agora, até as vaias que ele recebeu numa palestra que fez na Universidade Columbia, em Nova York, foram noticiadas", diz Nogueira.
Segundo o jornalista, a nomeação de Alexandre Moraes para o STF é apenas uma evidência a mais da concretização do plano revelado pelo senador Romero Jucá, quando falou em um grande pacto para estancar a sangria.
"A Lava Jato, tal como a conhecemos sob Dilma, acabou — e, com ela, Moro. Seu objetivo era liquidar Dilma, Lula e o PT. Não estava nos planos de seus mentores e incentivadores que as cobranças por corrupção alcançassem medalhões de outros partidos que não o PT. Aécio, Serra, Alckmin? Nem pensar. Com Dilma, isso fatalmente ocorreria. Dado o golpe, a história é outra", afirmou.
"Em resumo: de peça-chave para a plutocracia, Moro passou a ser um obstáculo. Fez o que se queria dele — massacrar Dilma e Lula, e derrubar o PT do poder. E pronto. Ele é um produto de outro tempo, como as mulheres e homens que batiam em panelas. Moro talvez não saiba — mas ele já era", diz Nogueira.
Leia na íntegra o artigo de Paulo Nogueira no DCM.
http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/279340/DCM-Moro-est%C3%A1-sendo-descartado-pela-elite-pol%C3%ADtica-que-promoveu-o-golpe.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário