sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Sobral festeja 128 anos de nascimento de D. Tupinambá

Este Município festeja, hoje, os 128 anos de nascimento de dom José Tupinambá da Frota. Filho desta cidade se tornou, por influência do dom Joaquim José Vieira, o primeiro bispo de Sobral - após o papa Bento XV criar, no ano de 1916, pela bula Catholicae Religionis Bonum, a Diocese de Sobral. Como parte da programação, haverá missa em ação de graças na Sé Catedral e shows com a Orquestra Estrela da Serra, de Croatá, Orquestra Filarmônica do Sesi e Pingo de Fortaleza, na margem esquerda do Rio Acaraú, às 19 horas, promovidos pelo Sesc, em parceria com a Universidade Vale do Acaraú (UVA) e o Centro Cultural Dom José.

A escolha do monsenhor José Tupinambá, como bispo de Sobral, ocorreu de forma reservada, a fim de se evitar influências e fofocas das lideranças locais nesta nomeação. E surpreendeu os sobralenses, pois, embora cogitada e esperada, não se imaginava tanta celeridade na criação da Diocese e designação de seu bispo. Dom José tinha o perfil ideal desejado pelo arcebispo de Fortaleza, dom Joaquim, tanto moral quanto intelectual. Dom José Tupinambá era filho de Manuel Artur da Frota e Raimunda Artemísia Rodrigues Lima. Fez os estudos primários na cidade natal, vindo a concluir o curso secundário no seminário de Salvador, ingressou na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, recebendo o grau de doutor em Teologia e Filosofia em 1902. Retornou ao Brasil em 1906. Ajudado pelo padre Diogo da Frota, seu tio, então pároco, voltou a Sobral, sendo nomeado vigário da paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em 1908.

Dom José, como bispo da Diocese de Sobral, consegue implantar um modelo de Igreja Católica Romana dentro dos padrões e diretrizes da Santa Sé, tanto litúrgica como moralmente. É considerado pela elite local como o maior benfeitor da cidade, pois credita-se a ele a criação de infraestrutura que a cidade possui hoje em várias áreas. Além do museu, que tem seu nome, a ele foram creditadas obras como: a Santa Casa de Misericórdia de Sobral, Colégio Sobralense e Colégio Sant´Ana; o Seminário Diocesano - hoje Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Abrigo e Orfanato Coração de Jesus, Cine-Teatro Glória, jardim zoológico, bancos de crédito, entre outras.

Durante os seus 50 anos de administração eclesiástica, cinco de pároco e 43 anos de bispo, dom Tupinambá influenciou muito na política local e regional, e era um dos líderes políticos regionais, utilizando-se de forma extensiva a Rádio Tupinambá de Sobral, também fundada por ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário