terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Encontro com profetas em Quixadá

A próxima edição do Encontro dos Profetas das Chuvas promete polêmica. Mudanças radicais estão previstas para as apresentações tradicionalmente realizadas no segundo sábado de janeiro, no entorno do Açude do Cedro, em Quixadá. Diferente dos últimos encontros, os profetas estreantes serão avaliados antes da exposição de seus prognósticos. Os organizadores pretendem evitar a participação de “exibicionistas” e assegurar a credibilidade do evento que, em 2009, chega a sua 13ª apresentação.
Um dos criadores do encontro, o comerciante João Soares, resolveu fundar um órgão para sua realização, o Instituto de Pesquisas de Violas e Poesia Cultural do Sertão Central. Por meio dele serão estabelecidos os critérios de acesso dos futuros participantes. Ele explica que o nome está relacionado aos cantadores de viola, repentistas, porque desde 2007 eles prenunciam o sarau diurno dos profetas das chuvas, no “Encanta Quixadá”. Alguns, inclusive, têm o dom da observação e arriscam seus palpites no dia seguinte às disputas de viola. (diário do nordeste).

Por Wilosn Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário