quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Deputado cobra atenção à saúde

Tem dinheiro para muita coisa neste País, mas para o essencial não tem. É hora de repensar a máquina pública. O problema é histórico. As pequenas obras são colocadas de lado e o ser humano é colocado em último plano”.

A crítica do deputado Ferreira Aragão (PDT) feita ontem, em pronunciamento na Assembléia Legislativa, foi em relação à proporcionalidade dos gastos do Governo em obras de visibilidade e áreas como educação e saúde.Para o parlamentar, um dos setores mais preocupantes é o da Saúde. Ele afirma que enquanto o dinheiro público é gasto em obras como o Metrofor e outras, pessoas sofrem nos hospitais com falta de atendimento, de médico e até de medicamentos.

Ferreira Aragão enfatiza que os investimentos para a área de Saúde deveriam ser prioridade e denuncioa que o principal hospital da Região Norte, a Santa Casa de Misericórdia, em Sobral, está funcionando precariamente, faltando as condições básicas de atendimento. “A Santa Casa de Sobral está para se acabar´ não tem cirurgião para atender algumas especialidades, além da falta recurso, estrutura e remédios. (Diario do Nordeste).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário