sábado, 19 de março de 2016

Pimentel repudia golpe, ódio e intolerância

: Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), reagiu à tramitação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara; em nota à imprensa, Pimentel disse que as manifestações dessa sexta-feira 18 em favor da democracia dão um aviso aos golpistas; "As manifestações populares, por todo o Brasil, em apoio à Presidenta Dilma Rousseff, ao ex-presidente Lula e pela democracia, sinalizam a indignação da sociedade brasileira com as manipulações em curso, que desestabilizam o sistema político e provocam a incitação da intolerância e do ódio", afirmou; para o governador, o avanço do processo de impeachment pode resultar em "retrocessos de efeitos imensuráveis em relação às conquistas alcançadas depois de muita luta e sofrimento pelo povo brasileiro"
19 de Março de 2016 às 09:48
Minas 247 - O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), reagiu à tramitação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara. Em nota à imprensa, Pimentel disse que as manifestações dessa sexta-feira 18 em favor da democracia dão um aviso aos golpistas.
"As manifestações populares desta sexta-feira (18), por todo o Brasil, em apoio à Presidenta Dilma Rousseff, ao ex-presidente Lula e pela democracia, sinalizam a indignação da sociedade brasileira com as manipulações em curso, que desestabilizam o sistema político e provocam a incitação da intolerância e do ódio", afirmou.
Leia na íntegra:
"Nota Fernando Pimentel
Manifesto o meu repúdio à tramitação do processo de impedimento da Presidenta da República, Dilma Rousseff, na Câmara dos Deputados. Ainda que o julgamento seja um processo político, ele é regido por normas constitucionais e regras próprias. E é necessário que tenha se configurado crime de responsabilidade para abertura do processo, coisa que sabidamente não ocorreu neste caso.
Garantir o cumprimento do mandato eleito livremente é dever dos que prezam a democracia e respeitam o voto do povo. Reafirmo aqui o compromisso de Minas Gerais com as regras democráticas e o respeito à Constituição.
As manifestações populares desta sexta-feira (18), por todo o Brasil, em apoio à Presidenta Dilma Rousseff, ao ex-presidente Lula e pela democracia, sinalizam a indignação da sociedade brasileira com as manipulações em curso, que desestabilizam o sistema político e provocam a incitação da intolerância e do ódio.
O avanço desse processo na Câmara dos Deputados poderá representar retrocessos de efeitos imensuráveis em relação às conquistas alcançadas depois de muita luta e sofrimento pelo povo brasileiro.
Neste momento, espero que as decisões dos deputados em Brasília sejam guiadas pela sensatez, serenidade e espírito democrático, fundamentais para que o nosso país supere a crise e retome o seu crescimento econômico, com equilíbrio político, justiça social e garantia dos direitos individuais de todos os cidadãos.
Fernando Pimentel
Governador de Minas Gerais"
http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/221840/Pimentel-repudia-golpe-ódio-e-intolerância.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário