quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Homem é exucado por falsos policiais na região de Sobral

Mucambo. Um crime de vingança foi registrado na tarde de ontem, nesta cidade (a 281Km de Fortaleza). A vítima, identificada por Francivaldo Moreira Pontes, 51, que morava na cidade Frecheirinha (a 305Km da Capital), foi executada a tiros de revólver à queima-roupa.De acordo com informações de testemunhas, Francivaldo Moreira, se encontrava no local de trabalho, numa serraria, situada no Centro de Frecheirinha, quando foi arrastado por três homens se passando por policiais e que ocupavam um carro Gol, verde.“Eles chegaram aqui dizendo que eram policiais e que Francivaldo deveria acompanhá-los até o Município de Tianguá. Foi algemado e colocado no banco de trás do veículo”, contou Francisco Aírton de Sousa, dono da serraria.
Uma hora depois, o corpo do trabalhador foi encontrado crivado a bala numa estrada carroçável, em Mucambo.
“A morte dele pode estar ligada a uma vingança. Em março do ano passado, na companhia de um dos filhos, ele foi acusado de ter assassinado uma pessoa conhecida por Francinaldo Fernandes.
Deste de então, familiares da vítima juravam vingança”, disse o cabo PM Carlos Cunha do destacamento de Frecheirinha.A informação dada pela PM é confirmada por uma filha de Francivaldo Moreira. “Meu era acusado sim de ter assassinado essa pessoa, mas ele fez não fez sozinho. Ele estava em liberdade porque a Justiça acreditava na sua inocência”, disse Maria da Conceição, filha mais velha da vítima.O corpo de Francivaldo Moreira Pontes, foi recolhido pelo rabecão para o IML de Sobral. Até o fechamento da matéria a Polícia não havia localizado o carro usado pelo trio, nem os assassinos.

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário