quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Crime em Itarema - Polícia avança nas investigações

A Polícia não tem mais nenhuma dúvida. A morte do médico obstetra Edijanir Garcia de Sousa, 57, foi ´encomendada´. Os criminosos agiram premeditadamente e chegaram até a ´preparar´ o carro que utilizaram na fuga após a execução. Os matadores trataram de apagar a numeração do chassi do carro e, logo depois da pistolagem concretizada, incendiaram o automóvel.
O médico foi assassinado, com cerca de quatro tiros de pistola, na manhã de segunda-feira passada, na cidade de Itarema (a 190Km de Fortaleza).
Edijanir saía do hospital Municipal Natércia Rios, quando foi atacado pelos criminosos. Não teve chance alguma de defesa. Morreu na direção de seu carro. Ao seu lado estava uma colega de trabalho, a auxiliar de farmácia, Lidiane Cavalcante de Oliveira, 26.
O leque de hipóteses levantadas pela Polícia para explicar o homicídio tornou-se maior. Agora, além das vertentes investigadas de um suposto crime passional ou de caráter político, surgiu a informação de que o médico pode ter sido morto por conta de problemas financeiros. Ele teria emprestado uma grande soma de dinheiro para uma pessoa daquela região e, nas últimas semanas, decidiu cobrar. (Diario do Nordeste).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário